domingo, 23 de novembro de 2014

Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXXII)



                                                CONSIDERAÇÕES FINAIS
Mesterhierarkiet-03-Åndsvidenskab-Esoterisk-livssyn
   Servidores:

  Estamos finalizando uma série de trabalhos com a intenção de dar ao homem a oportunidade e o incentivo de investir em sua auto-realização. Entre todas as práticas sugeridas, deveis estar atentos para sentirdes aquela que melhor responda aos vossos anseios.

  Ao começarmos pelos exercícios de auto-purificação, quisemos mostrar-vos que mesmo aquele que chafurdou em erros, é merecedor de atenção e Misericórdia Divina. Sendo um filho de Deus afastado do caminho, ele é amado, e a sua volta é comemorada com júbilo por todos Nós da hierarquia Divina.

  Aquele que exercita a sua vontade e a usa para a sua auto-purificação, sente-se muito mais fortalecido em seus propósitos futuros. E isso é muito mais percebido por todos aqueles que investiram os seus esforços para alcançarem a auto-realização, que é a meta de todos os homens, embora a maioria desconheça essa verdade.

  Grande parte dos homens encarnados considera como realização atingirem um elevado posto na sua vida profissional, trocarem de carro todo o ano, possuírem uma elevada conta bancária, casas, amigos e fazerem viagens; enfim, tudo aquilo que materialmente possa trazer satisfação e conforto para si e os seus.

  Não negamos que isto seja uma realização e que possa vos proporcionar uma ligeira satisfação pessoal, graças à tranquilidade material que ela vos proporciona. Mas, asseguramos-vos que chega, na vida de todo o homem, um momento em que sente um terrível enfado e vazio, independente de tudo aquilo que conquistou como realização máxima em sua existência.

  Não penseis vós que só os menos favorecidos pela sorte passam por semelhantes crises em suas vidas. Os mais abastados também têm esses momentos. É nesse exato instante que o homem deve parar, e com espírito inquiridor, investigar no fundo do seu coração o que está faltando em sua existência, para proporcionar-lhe a verdadeira alegria de um homem realizado.

  Se vós sois privilegiados pela sorte, e ainda assim existe uma crescente insatisfação em vosso íntimo, fazei essa investigação. Não vos atordoeis com novos e mirabolantes planos de trabalho, viagens ou festas; nada disso vos trará a certeza da resposta que tanto necessitais. No vosso silêncio interior está a resposta ansiada, e se sentirdes o Chamado em vosso íntimo, persegui-o com tenacidade até encontrá-lo. Garantimos-vos que mesmo que a resposta demore, ou mesmo que não venha nesta vida, ireis sentir-vos muito melhor intimamente. E sabereis que estais investindo naquilo que é a verdadeira realização do homem, ou seja, o Encontro e a Religação com o Eu Sou, a Presença de Deus dentro de todos e de tudo.

  Este é o segredo para a verdadeira felicidade. Alguém já disse: Pode haver a felicidade na adversidade. Nós vos asseguramos a autenticidade dessas palavras. Pode haver felicidade interior, não importando o que o homem possa estar passando naquele momento. Mas, servidores, isso só é possível realmente no homem que investiu, trabalhou e finalmente atingiu a União com seu Ser Maior, a Poderosa Presença Eu Sou, presente em todos os homens e pronta para ser o grande Consolador na vida dos que fizeram o esforço para chegarem a Ela.

  Quanto aos trabalhos que vos doamos, servidores, sabemos que podeis questionar:

  “Qual dos dois é o mais importante e a qual deles deve ser dada maior atenção: o serviço ritualístico ou o serviço de meditação?”

  Servidores, temos a dizer que os dois serviços são importantes e de grande valor. Os dois merecem a vossa atenção, dedicação e amor. Ao doarmos os dois tipos de trabalhos, quisemos vos oferece a oportunidade de realizardes um serviço agradecido, incrementando a Chama do Amor e do Servir em vossos corações, e paralelamente um serviço de auto-realização.

  O homem ocidental tem características bem diversas do oriental, e só um trabalho introspectivo não lhe basta. A necessidade de participar de maneira mais concreta é oferecida a esse homem ocidental na forma de rituais, onde ele participa diretamente, doando a sua energia ao proferir um apelo ou invocação. Porém, esse mesmo homem que tem um papel importante dentro dos rituais, necessita acrescentar a esse exercício de auxílio à humanidade, um trabalho que lhe proporcione um desenvolvimento gradativo que venha culminar na sua auto-realização. Podeis considerar os dois serviços como peças importantes na construção de um mundo melhor para todos vós.

  E quando tivermos um considerável número de servidores auto-realizados, eles serão os trabalhadores eficientes levando o auxílio prestimoso dos serviços ritualísticos através da Luz que se irradia de seus corações. Essa é a forma correta de trabalho que a Loja Branca almeja há eons para os seus discípulos.

  Portanto, servidores, fazei uso dos dois serviços, porque, embora distintos entre si, eles se completam de maneira perfeita e harmoniosa. Podemos vos dizer que ambos fazem um casamento perfeito.

  O Nosso desejo é de todos os Nossos irmãos mais velhos da raça, é de que todos os homens, sem exceção, alcancem a Luz da Perfeição, e que dessa forma a Terra possa realmente ser: “A Estrela da Liberdade”.

  Ao doarmos esse trabalho aos homens, moveu-Nos o desejo de mostrar a todos, que podem, se assim deliberarem em seus íntimos, chegar em vida àquele estado de Sabedoria e Bem-Aventurança, sem, no entanto, deixarem de ser homens que cumprem com os seus destinos e obrigações na vida. É o Caminho do Equilíbrio, preconizado pelo Bem-Amado Senhor Gautama.

 Servidores, essas são as Minhas Palavras, invisto-as com a Luz da Poderosa Presença Eu Sou em Meu coração e com o magnetismo de Meu corpo mental.

 Almejando que todos cheguem ao estado de Sat-Chit-Ananda, tão necessário nos tempos atuais, como o foi no passado.

  Vosso Instrutor,
                                                 Djwal Kuhl

 Fonte: Exercícios Para a Autolibertação – FEEU

Siga os Links:Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (I)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (II)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (III)                      
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (IV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (V) 
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (VI)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (VII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (VIII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (IX)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (X)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XI)                       
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XIII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XIV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XVI)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XVII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XVIII
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XIX) 
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XX)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXI)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXIII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXIV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXVI)
                           Instruções Excelsas aos Servidores da Luz - (XXVII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXVIII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXIX)
Rayom Ra

[Leia Rayom Ra (Rayom_Ra) on Scribd | Scribd em páginas on line ou em downloads completos ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário