domingo, 8 de dezembro de 2013

O Caminho do Discipulado e os Degraus de Aperfeiçoamento - [I]



  “Um Pequeno Livro, um Caminho para a Auto Realização! Esta criteriosa Obra, não tão recente nem tão antiga, de linguagem simples e fácil, montada por discursos de El Morya, sempre esteve no seu tempo de existência, destinada e disponível a nós, os que desejamos liberdade de escolhas e aspiramos adentrar outro mundo, sem limites humanos nem fronteiras. Há na Obra promessas de libertação, mas, naturalmente, há também a menção de regras e disciplinas a serem seguidas e cumpridas fielmente. Entretanto, dependerão muito mais do modo consciente como serão tomadas do que somente por balizamentos.

 Até certa escalada – conforme indicado – o conhecimento chega em generalidades, porém, de uma estância em diante, é dado pessoalmente ao discípulo, que deverá, aos poucos, transmutá-lo em compreensão mais profunda e Sabedoria. Então, ele começa a se tornar, verdadeiramente, Mestre na Terra, a emitir sua nota unindo-a cada vez mais ao Cristo Interno. De outro modo, tudo é relativismo neste mundo de ilusões!

 A meta é o objetivo único. É ensinado que o Caminho se faz, principalmente, com praticidades, suores, exercícios e superação. Quem se lança necessariamente ao serviço, por grande valia estará livre dos teóricos e supérfluos – dos que dão voltas e mais voltas com belas palavras sem sair do lugar. O Caminho aguarda os dispostos e decididos – sejam homens ou mulheres – e de modo algum é uma vereda sempre colorida ou de reconhecimentos!

 Tudo o que realizarmos de cristalina aplicação na desconstrução de nossas formas-pensamentos serão portais para a libertação, e todas as ilusões, apegos e fanatismos que ainda acalentarmos serão os carcereiros de nossas prisões.

 Tenham excelentes proveitos deste livro-guia os que resolverem alçar voos livres e desapegados para algo maior que lhes acena – o Caminho Real!”[Rayom Ra]


                                              O COMEÇO DO CAMINHO

 Seres majestosos que governam e suprem o nosso sistema solar inclinam-se com amor ante a Terra, este belo planeta, para trazer seus queridos filhos à sua elevada evolução e dar os necessários impulsos para que, de qualquer maneira, esses filhos sejam providos de maior Luz. O chamado soou e passou por todos que servem à Luz, que zelam pela evolução humana, multiplicando, desdobrando o som que frutifica toda vida. Este som amplia, gradativamente, as irradiações que transpassam a matéria e, também, o sentimento dos homens para, primeiramente, atingir a prontidão dos sábios e, depois, avivar as demais Emanações de Vida, aquelas que se ajustam a essas vibrações. 
 
  Quem, na realidade, quer crescer espiritualmente, tal como um crente autêntico; aquele que se sobressaiu entre a multidão dos homens; quem se encontra peregrinando na trilha da Luz, por via de regra, [este] já palmilhou um longo caminho no qual, inconscientemente, colocou seus pés na direção certa.

   Isto significa a disposição de investir sua vida em uma boa causa – pleno de amor e humildade – e, de modo impessoal em seus próprios desejos, de ajudar alguém, talvez aceitar os deveres de uma organização que se dedique ao trabalho de instituições de caridade, nos orfanatos e asilos, em presídios e também nos hospitais, prestando um serviço espontâneo e inesgoístico. Existem muitas “peças de ligação” que, somadas, são de importância vital para a finalidade desejada.

   Após um longo período, nesta ou noutras vidas, desperta o interesse do indivíduo por maior sabedoria e, aos poucos, a sua luz torna-se visível em outra dimensão. Literatura aproveitável é colocada em suas mãos, e muitas pessoas, então desconhecidas, irão entrar em contato com ele para que seu próprio ânimo e interesse não esmoreçam. Contudo, o neófito sente-se ainda preso ao estilo de sua vida e não pensa em modifica-lo em favor de seu aprendizado.

   Muitas vezes, tal estado perdura um bom tempo e, com isto, outras pessoas poderão ser solicitadas a prestar bons serviços. Assim, ele perde a sua grande e única oportunidade de progredir em favor do espírito. Do mesmo modo, isto depende de quais experiências de vida estão em seu caminho. Por meio de um destino difícil, o homem acelera o seu desenvolvimento. Na maioria das vezes, as doenças são motivos para uma análise mais profunda acerca de seu viver.

   Queira o leitor analisar o motivo que o leva a dirigir seu interesse aos assuntos espirituais. Neste caminho, existem muitas estações, e o homem reconhece que é imprescindível adquirir maior conhecimento sobre o caminho espiritual se ele quer dar solução aos seus problemas. Com a aquisição de maior conhecimento, surgem, também, em seu mundo, os efeitos cármicos retroativos, pois, agora, ele está em condições de solucioná-los. Estes servem para reforçar sua vontade; aceitar as tarefas que lhe foram impostas e não capitular. Estas são as estações que provam se, realmente, tudo está claro; se aqui existem possibilidades para maior desenvolvimento espiritual, ou se ele prefere desistir, colocando as mãos no colo, porque, em sua opinião, “tudo isto não tem qualquer sentido”.

   Queridos amigos, se em vossas vidas chegastes a um destes pontos, então aceitai ao desafio. Ide em frente com ânimo e força de vontade, solucionai esses problemas; vede que as ferramentas foram colocadas em vossas mãos; que o mundo da Luz está ao lado de todo sincero lutador e traz à sua porta aquilo que ele necessita para executar sua tarefa. Um homem que se encontra na esquina do caminho de sua vida vai encontrar novamente a fé, se caso, durante suas encarnações, a perdeu. Se ele persiste e domina seu destino, então já conquistou, por assim dizer, “o preço da entrada”, para seguir o caminho do seu aprendizado, e auxílios mais intensos poderão ser dados.

   Tudo que ficou resumido dentro deste pequeno discurso poderá ser aplicado e estender-se por toda a vida terrena; contudo, aqui, o conceito “tempo” não é aplicado. Tal processo de evolução não pode ser medido de acordo com o tempo terráqueo, porque a vida terrena é apenas um segundo em comparação ao incontável número de existências que a Emanação de Vida necessita vivenciar. Entretanto, não vos deveis influenciar por qualquer distração. Aproveitai o tempo de vossa vida na Terra, para o bem de vosso progresso espiritual. Cada momento, cada encontro com vossos semelhantes, cada polêmica com vossos problemas diários, podem servir para a vossa evolução ou, de acordo com vosso modo de agir, poderão significar um retrocesso.

   Á noite, antes de dormir, repassai em pensamento tudo que fizestes durante o dia; analisai as possibilidades que vos foram oferecidas para fazerdes algo útil em vossa vida, e refleti: aproveitastes as raras oportunidades de fazer o bem, ou as deixastes passar? Auxiliastes o próximo ou vos evadistes por comodidade, para não perderdes o vosso considerado “precioso” tempo de lazer? Recapitulai e, com toda sinceridade, prestai contas e tomai a decisão de amanhã fazer algo útil em proveito de todos.

                                              OS CORPOS INFERIORES

   O vosso corpo físico é um instrumento muito importante no Caminho do Discipulado. Ele é o invólucro através do qual vivenciais as experiências da vida terráquea, durante o tempo que permaneceis neste “templo físico”. Portanto, é vossa responsabilidade zelar cuidadosamente por ele, isto é, dar-lhe a nutrição adequada e necessária para o manterdes em constante renovação. Não deveis exigir demasiado de suas possibilidades, pois ele necessita de um sono reparador para poder executar seu “serviço prestado”. Igualmente, é preciso haver ordem em sua vida, bem como manter a higiene corporal, para que os poros possam respirar ar puro e servi-lo fielmente.

   Entretanto, convencei-vos do seguinte: este corpo ou invólucro é apenas o vosso servo e não o vosso Senhor. Acostumai-vos a ignorar as sensações de vosso corpo. Estas surgem de velhos costumes, aos quais dais muita atenção. Portanto, em vosso caminho de aprendizagem, sois o homem real – o Senhor de vosso corpo – e sois vós quem determina aquilo que deve ser feito. Entre tantas confusões, falta de observação e atenção, procurai encontrar o verdadeiro caminho. Aqui se requer um profundo e extenso discernimento. Sem esta faculdade, será difícil escolher qual o caminho certo. Contudo, a todo sincero buscador da Luz surge à sua frente o Caminho Real.

   Chamo a atenção de mais um ponto importante: são os vossos corpos mental e emocional, que deveis vigiar constantemente. Estes são, consideravelmente, mais importantes que o corpo físico, porque, justamente, são as suas atitudes que geram a causa – o carma – seja bom ou mau. Cada pensamento negativo e cada sentimento maldoso ou raivoso geram uma corrente de energia com substância trevosa de cores escuras, mescla de cinza, marrom, até o negro, que expressam a frequência vibratória lenta ou baixa, que enche e se expande por vossa aura, principalmente quando esta vibração ou irradiação é dirigida a determinada pessoa. Penetrando na aura dela, desequilibra e prejudica a sua vida.

   Porém, o retrocesso desta atitude age incontinenti, de forma negativa, sobre o vosso corpo físico. O impacto desta energia prejudicial permanece em vossa cercania, perturba a vossa própria energia vital, vosso corpo fica abalado e as dores físicas se manifestam. Os sentimentos extravasam-se rapidamente. As palavras são ditas e, dificilmente, poderão ser anuladas.

   Disciplinai vossos pensamentos – esta é uma tarefa difícil para um discípulo deste imenso universo. Tais pensamentos somente podem ser controlados se, regularmente, fizerdes a vossa meditação em silêncio, tranquilizando e acalmando vossos pensamentos. Deste modo, vossos corpos mental e emocional irão harmonizar-se e, antes de tudo, deveis ter paciência convosco, pois um caminho longo requer harmonia e tranquilidade em vossa vida turbulenta de cada dia. Repito: esta é uma lição indispensável que necessitais aprender.

   Quando, desta maneira, o sincero discípulo se esforçar em mudar sua vida desorganizada, passando a ser harmônico e positivo; quando ele aprender a conservar seu ser externo sereno e pacífico; quando souber purificar seu pensamento e sentimento, então ele poderá ter grande esperança de ser notado no Mundo da Luz, para ser aceito plenamente. Neste ponto, começa imperceptivelmente a verdadeira orientação. Ele será atraído à tarefa que reforça a sua capacidade de persistência, mesmo que este trabalho nem sempre encontre a sua aprovação. Com seu progresso, os ensinamentos tornam-se mais exigentes e as provas que surgem em sua vida exigem suas Forças Internas. Ele terá de provar aquilo que aprendeu, e preparar-se para as próximas horas.


                                                        INICIAÇÃO

   Se analisastes tudo isto, talvez desejeis retornar ao vosso caminho cotidiano, porque, aparentemente, ele vos parecerá mais ameno. Porém, isto é um raciocínio errôneo. Se chegastes a esta estação de vossa vida, então não há mais qualquer retrocesso.  Igualmente, o Caminho do Discipulado não consta apenas de disciplina e responsabilidade; ele também encerra muita beleza para aqueles que desejam aproximar-se de sua perfeição.

   No círculo de amizades do discípulo, muitas vezes fala-se sobre “Iniciação”, que alguns supõem ter alcançado. A palavra iniciação é de sentido múltiplo e pode ser considerada desde os graus das camadas mais baixas da evolução humana. Porém, quando o discípulo, repentinamente, se conscientiza de que está sendo levado a passar por algum perigo, mas reconhece que o Poder da Luz o protege, então este conhecimento pode parecer-lhe semelhante a uma iniciação.

   Cabe a nós esperarmos que ele, por meio de sua atitude e reação sobre seu destino, confirme tal juízo, tentando provar sua humildade, sua confiança no futuro e equilíbrio de vida, antes de podermos investi-lo com Forças mais poderosas. Precisamos ter certeza de que ele não esbanjará estas Forças com coisas banais, ou quiçá, com trabalhos ilícitos que possam causar prejuízos.

   O discípulo é conduzido conforme sua evolução e, às vezes, precisamos largar suas mãos, porque ele deseja andar por outros caminhos que o conduzem a rumos errados. Não podemos defendê-lo ou poupá-lo destas experiências, porque ele necessita aguçar sua faculdade de discernimento, e saber reconhecer o seu próprio e verdadeiro caminho. Ocasionalmente, isto somente é possível através de processos dolorosos, que precisamos deixar que aconteçam. Tudo faz parte do Caminho do Discipulado – alternando-se com altos e baixos. Poucos são aqueles que já passaram por estas experiências, ou seja, o processo de Iniciação.

   É particularmente perigoso, quando uma pessoa, por meio de determinados exercícios, nesta ou em outras vidas passadas, desenvolveu capacidades mediúnicas. Ocorre, muitas vezes, que ela se transforma em bola de brinquedo das forças do plano astral. Influenciada, esta pessoa julga-se o instrumento de um poderoso ser das forças astrais, mas, ao usá-las, reconhece, dolorosamente, que tudo foi uma farsa, ou seja, que se deixou levar pela mistificação, caindo no erro da sua vaidade e do poder astucioso das trevas.

   Existem inúmeras ilusões de tais influências mediúnicas que podem exercer pressão sobre o discípulo, antes que ele reconheça, claramente, que a única rota que o conduz á auto realização está na disciplina de seu pensamento e sentimento. Ver através do plano astral, somente pode ser exercitado com êxito quando o discípulo está sob a orientação de um Mestre responsável! Na evolução lenta e cuidadosa entre o Mestre e o discípulo, o tempo exato somente se apresentará, quando o discípulo que aprendeu esta faculdade não der mais ouvidos aos cochichos ou influências do eu-personalidade que o envaidecem, querendo este aparecer em público.

   Muitos destes atuantes surgem como profetas e auxiliares da humanidade. Infelizmente, tais acontecimentos já se manifestaram nos discípulos de alto grau, pondo a perder o que já haviam alcançado, pois as forças do astral são astuciosas, tenazes, espertas e sabem fascinar os homens incautos de modo que, no começo, eles nada percebem ao estarem sendo usados para servir aos representantes dessas forças.

   Este capítulo, meus amigos, deveis inscrevê-lo em vossas memórias e acautelar-vos! Com estas experiências malfadadas, frustraram-se as esperanças de inúmeros discípulos. Geralmente, após um longo tempo, esperam o momento oportuno para extrair dos ensinamentos o necessário para encontrar, novamente, o Caminho da Luz!

   Por via de regra, esses conhecimentos e o domínio sobre os mesmos são ensinados ao discípulo somente após a sua primeira Grande Iniciação, isto é, quando a união com seu Mestre se tornou inabalável, constante, e quando o Mestre lhe conferiu determinadas forças e poderes. Sob a sua orientação e proteção, os perigos são mostrados ao discípulo, bem como o domínio das forças astrais e as diferentes esferas isoladas, nas quais ele mostrou desejo de penetrar. Isto requer um longo período de estudos, e somente após este, o discípulo poderá, independentemente, e sem perigo, movimentar-se nessas regiões. Reconhecestes como é importante fechar a vossa “porta” quando as forças astrais querem penetrar-vos?

                                              FAMÍLIA E PROFISSÃO

   Um capítulo bastante extenso sobre o Caminho do Discipulado é a relação entre a família e a profissão, como também a escolha do consorte. Quem já colheu algumas experiências neste sentido, sabe como é difícil conviver quando apenas um dos consortes segue a trilha da espiritualidade. Este tem por obrigação, com seu exemplo, mas paciente e compreensivo, animar o outro. Além disto, não deve tentar influenciá-lo, se, por parte dele, não houver qualquer interesse em suas ideias. Quando surgem as grandes dificuldades, elas denotam, na maioria das vezes, as ligações cármicas que uniram as duas pessoas.

   Em tal caso, o consorte mais evoluído deve, imperceptivelmente, auxiliar o segundo a progredir o caminho espiritual. Mesmo que tais uniões tragam consigo grandes dissonâncias, contudo, na medida do possível, as causas cármicas devem ser harmoniosamente descartadas, se o cônjuge mais evoluído não quiser leva-las consigo à outra encarnação. Isto também é válido entre pais e filhos, pois o motivo de as almas encarnarem formando uma família é justamente a oportunidade de reconciliação que é dada a cada um dos componentes do grupo familiar.

   Profissão e negócios são, para o discípulo, muitas vezes, prova do tempo ou prazo de verificação de seu comportamento; porém, eu gostaria de frisar: em tudo o que um discípulo precisa aprender e saber, na sua trilha terráquea – nada é supérfluo. Todas as experiências que a vida lhe oferece são importantes e servem para a sua evolução. Todas as dificuldades do caminho deveriam ser consideradas sob este ponto de vista.

   Discípulos, os ensinamentos da Ponte Para a Liberdade (The Bridge To Freedom, Inc) chegaram a vós e os aceitastes. Tendes em vossas mãos as “ferramentas” para vencer suas dificuldades. A Força da Luz que aprendestes a usar serve para auxiliar-vos a saltar sobre os obstáculos da jornada. Um dos pontos mais importantes, justamente na vida profissional, é a honestidade, vindo, após, esmero e dignidade. Acautelai-vos de prejudicar ou explorar o próximo e pensai sempre nas más consequências que pesam muito mais sobre um discípulo consciente do que sobre um ser humano inconsciente, pois Lei é Lei e algum dia os seres humanos, por ora inconscientes da gravidade de seus atos, vão acumulando carmas negativos que nesta ou em outras vidas terão que resgatar.

   Voltemos ao assunto da família. A escolha de uma consorte, para o discípulo que segue o Caminho do Discipulado, deveria ser bem estudada e analisada: se a atração dos jovens se encontra dentro da mesma tônica do espírito ou se nela predomina o instinto corporal. Geralmente, isto não é analisado e assim surgem as complicações, as divergências de opinião que podiam ser evitadas se, no início da amizade e união conjugal fosse observado o propósito do discípulo.

   Desde o princípio deveria haver sinceridade e honestidade em relação a um desejo comum sobre os conhecimentos mais elevados, se possível no mesmo caminho, aos poucos superando os instintos corporais em favor do trabalho espiritual. E somente após certa maturidade deveria planejar um lar-familiar e dar todo cuidado à grande responsabilidade de educação dos filhos.

   Se os jovens observassem estas bases fundamentais, haveria menos divórcios e a vida familiar seria mais harmônica. É também muito importante manter a própria linha em relação ao próximo, cuidando à maneira de expressar-se e mudando o “eu” egoístico em “tu”. O atual sistema de educação faz sobressair muito egoísmo e, mais tarde, os jovens se machucam em seus próprios destinos, deparando-se em toda parte com dificuldades para aprender a dominar o próprio eu-personalidade. Analisai o vosso próprio sistema de vida, tal como uma escola que exige provas anuais de um aluno escolar.


                                                             PERDÃO

   Ao vencerdes os primeiros degraus do Caminho do Discipulado, entra em ação o exercício ou a prática do perdão. Não somente o perdão em relação a todas as injustiças praticadas por outros que vos ofenderam, mas também o perdão em relação àqueles que por vós foram injustiçados. Estas são provas mui sutis porque, primeiramente, o discípulo deverá reconhecer que praticou a injustiça, e isto exige uma observação direta, objetiva e franca em sua própria imperfeição para o que ele, muitas vezes, não está preparado; também exige amor ao próximo, para que possa perdoar as suas más ações.

   Tudo isto são exercícios irrefutáveis, esperados por ele, uma vez que, ao chegar a hora de deixar o corpo físico, não poderá ascensionar-se sem ter aprendido a sua lição. Aliás, isto é muito importante para vós, na estrada que estais palmilhando. Exercitai-vos agora, porque somente depois de saber perdoar com toda sinceridade, estareis em condições de desenvolver a faculdade de amar.

   Amor impessoal quer dizer: compreender e perdoar tudo, sem qualquer exceção. Qual o cristão não agiu de acordo com a respectiva promessa? Amor impessoal é um labor árduo que conduz o crente por cima de todos os obstáculos; que domina e vence todos os preconceitos; que eleva o Ser Divino sobre as atitudes humanas mal-intencionadas, sem valores reais; que supera qualquer agitação emocional, casos estes que também fazem parte das inúmeras estações da estrada em que peregrinais. Se, com toda veracidade, desejais analisar as inúmeras instruções que vos foram transmitidas, vereis que este é o melhor rumo. Podereis calcular vosso progresso espiritual de acordo com vosso próprio esforço. Analisai se as instruções trouxeram ao vosso Caminho do Discipulado a verdadeira base fundamental.

                                                  [Segue Parte II]

[The Bridge To Freedom, Inc - USA / Ponte Para a Liberdade – Brasil]
Rayom Ra
[Leia Rayom Ra (Rayom_Ra) on Scribd | Scribd em páginas on line ou em downloads completos ] 

O Caminho do Discipulado e os Degraus de Aperfeiçoamento - [II]



                                                          OS RAIOS CÓSMICOS

   A eficácia do trabalho realizado com as Forças dos Raios Cósmicos foi bastante divulgada através de nossa literatura. Fazer uso do Fogo ou das Chamas dos Raios Cósmicos é o mandamento da hora – o uso ou o modo de empregá-los foi ensinado com a finalidade de poder melhorar a imperfeição sobre a Terra e direcionar as Forças da Luz nas trevas. Este deveria ser o principal trabalho do corpo discente da Ponte Para a Liberdade. Não se limitar o neófito a apenas iluminar a sua própria vida, mas também iluminar seus entes queridos, abrangendo toda a humanidade e penetrando em todas as trevas. Luz é a Divina Substância Original. A Luz possui o poder de trazer a modificação para a Estrela Terra.

   Discípulos, em vossas várias vidas terráqueas enublastes a luz da Terra; cabe-vos iluminá-la novamente. Esta possibilidade está ao alcance de todo ser humano. É grande o empenho da Hierarquia Espiritual em divulgar este conhecimento. Em toda parte, muitos grupos de discípulos atuam desta maneira, ou seja, usando os apelos e a visualização deste belo planeta quando já evoluído. Aliás, a mudança já nos é visível, mesmo que, aparentemente, as trevas externas tenham aumentado. A purificação traz à tona toda a inferioridade moral do astral mais baixo.

   Refleti, meus amigos: na esfera sutil todo pensamento é visível. As esferas de luz estão repletas de bons pensamentos daqueles que as colocaram em movimento, expandindo-se e penetrando nas trevas, a fim de dissolvê-las para o bem de muitos seres humanos que estão à espera de consolo e orientação. Cabe a cada pessoa fazer a sua súplica, o seu pedido, de acordo com aquilo que ele deseja que seja ofertado em seu mundo. O Mestre Jesus disse: “Pedi e receberás”. “Abri a Porta para que eu possa entrar”.

   A inquietude que nesta época surge de forma positiva na inércia dos seres humanos é dissolvida pela frequência vibratória que, gradativamente, aumenta a Força que abrange toda a vida. Nem sequer os cientistas podem fugir à realidade dos fatos.

   Quando um discípulo que se encontra no caminho à luz se move ao impulso da época atual, certamente ele experimenta uma vibração acelerada em sua evolução, o que, em outros tempos, não era possível. Cada vez mais célere e em profusão, novos conhecimentos surgem à tona; porém, as consequências cármicas também se apresentam de forma acelerada, fazendo pressão sobre os filhos dos homens, para serem, por eles, neutralizadas por meio do amor, face à Lei da Compensação.

   O tempo é propício para afastar os fardos cármicos, e todos aqueles que peregrinam em trecho do caminho à luz devem manter seu mundo em ordem, firmar a paz em sua circunvizinhança e aumentar a luz em sua vida.

   A senda que está prevista para a liberdade dos homens conduz sempre a novas encarnações; ela é longa e possui muitos degraus até chegar à meta mais elevada. Vós que ledes a estas palavras, já há muito tempo iniciastes o Caminho do Discipulado. Tendes o conhecimento da possibilidade de expandir a vossa luz interna e usufruir a Força purificadora dos Raios Cósmicos para auxiliar o progresso e a evolução espiritual. Entusiasmai-vos com este trabalho; ele atrai ao vosso mundo as Forças que vos abençoam.

   Aproveitai cada minuto de vosso tempo, percorrendo o Caminho do Discipulado que, certamente, vos levará a uma ascensão inimaginável. Não deixeis para outra ocasião!

   Os Raios de Luz consistem de diversas frequências vibratórias, e cada Raio tem sua tarefa peculiar, seu objetivo. Os raios são de auxílio altamente eficaz para o discípulo trazer mudanças em seu mundo, irradiar paz e harmonia e reconhecer a Unidade da Vida. A sabedoria e a aplicação das Forças Cósmicas há alguns decênios tornaram-se conhecidas dos desejosos discípulos, para prepará-los e colocá-los em condições de auxiliar a transmutação da dissonância abundante na face da Terra. As Forças Cósmicas existem desde o começo da Criação. Toda Vida é suprida e desenvolvida por elas. O conhecimento especial sobre a sua aplicação ficou restringida a pouquíssimos sábios que guardaram ou mantiveram segredo. Somente discípulos dignos de confiança receberam tais conhecimentos. Por determinação da Hierarquia da Luz, hoje, devem ser dados, livremente, a todo ser humano, àqueles que, de boa vontade, desejam modificar a situação caótica dominante sobre a Terra e aperfeiçoar a sua própria vida.

   Quando um discípulo se esforça neste caminho, evidentemente com auxílio dos Raios Cósmicos, poderá dissolver seus fardos cármicos e acelerar a sua purificação interna. Estes são os privilégios oferecidos ao buscador da luz, durante a época da transição que foi determinada pela Hierarquia. Familiarizai-vos com estas instruções, pois elas significam uma rápida mudança em vossa imperfeição; do contrário, a vossa evolução superior permanecerá mais tarde à espera. Quando o discípulo trabalha consciente e persistentemente, chegará o dia em que ele perceberá a orientação de seu Mestre.

   Todavia, aquilo que ficou dito no capítulo “Iniciação”, requer grande prudência, para que o discípulo não caia em uma armadilha, vítima de ilusões. Se acaso isto acontecer, então seu estudo recomeçará em outro nível ou onda de frequência vibratória; serão dadas tarefas que exigirão todas as suas forças, e a vida não mais lhe pertencerá. Ele deverá dedicar-se, totalmente, ao Serviço Prestado à Luz. Ser-lhe-ão exigidas responsabilidades bem maiores. Para um discípulo ocidental, isto significa desligar-se de todos os desejos que o prenderam ao mundo.

   Entretanto, animai-vos, pois somente acontece quando o discípulo está bem preparado e quando sua responsabilidade profissional e familiar não mais é necessária. Para tudo existe hora certa – e na relação do mestre com o discípulo, surge então uma forte união e um belo e proveitoso trabalho mútuo. Abre-se ao discípulo um campo de visão bem mais amplo, possibilitando-lhe grande progresso.

   Repito: nestes degraus de evolução existem muitas armadilhas que devem ser sobrepujadas, pois elas poderão dificultar o Caminho do Discipulado. As provas são cada vez mais rigorosas e severas e sempre há a possibilidade de quedas bem profundas.

   Quando um discípulo alcançou estes degraus de evolução, não necessita mais destas instruções que acabo de desvelar. Ele as recebe de forma individual, conforme a sua evolução. Neste interim, já está em condições de ouvir a sua voz interna, o objetivo de todas as nossas instruções. Para chegar a este ponto na ronda da vida, há um caminho longo a percorrer; porém, vós tendes à mão todas as possibilidades de vossa evolução. Durante muitas décadas, foram dadas instruções suficientes para o vosso aperfeiçoamento.

   A “Ponte”, que conduz à Liberdade Eterna, possui um fundamento sólido sobre o qual continuaremos a construir, enviando as nossas instruções à humanidade. Cada Emanação de vida contribui com a sua parte para a Ponte tornar-se uma obra-prima que possibilitará a muitos seres humanos encontrar o caminho à Luz. Os ensinamentos que regularmente chegam às mãos dos discípulos, através desta Ponte de Luz Vivente, são bases fundamentais, simples, fáceis e podem ser usados por todo buscador, não importando qual seja a sua confissão de fé; algum dia ele será conduzido através do Sacrossanto Portal, para a Liberdade Eterna.

                                         NOVAS CONSIDERAÇÕES

   Em relação à Unidade com toda a Vida, compreende-se que os buscadores da luz, aqueles que conhecem a Lei Divina, cultivam esta União entre si formando uma fraternidade terráquea. Seguindo avante pelo caminho da luz, por meio do Raio do Amor eles atraem muitos seres humanos às suas voltas. Gostaríamos de que isto fosse uma realidade entre todas as pessoas. Porém, para expressar a beleza desta virtude – amor impessoal – tudo deixa muito a desejar.

   Em diversos grupos e grupinhos, lastimavelmente o ser humano dá muito valor a uma posição de destaque, querendo sobressair dos demais. Isto prova que, no campo espiritual, também existem desejos egoísticos e vaidades do eu-personalidade. Na maioria das vezes, os seres humanos, altamente evoluídos não se acham presentes nestes locais. Atuam no silêncio e não fazem qualquer comentário sobre a sua própria evolução, nem gostam de ser elogiados. São os verdadeiros colaboradores e sustentáculos do progresso da Hierarquia Espiritual.

   Vede, portanto, que não depende de anunciar em altas vozes um objetivo, mas sim vive-lo, servir de exemplo, semelhante a um centro de irradiante luz e, por meio deste amor, atrair os seres humanos. Eis aqui a oportunidade de falar sobre o vosso trabalho sem qualquer alarde: os corações receptivos vos escutarão. O magnífico Portal que vos leva à eterna liberdade está aberto para todo o sincero buscador da luz. O número daqueles que desejam a liberdade aumenta constantemente e estes necessitam de auxiliares [dos Mestres], não egoístas, que lhes indiquem o Caminho do Discipulado. Preparai-vos para executar este trabalho, pois a Lei da Compensação exige que se passe adiante todo ensinamento recebido.


                                                 LUZ E TREVAS

   O poder temporal sobre a Terra, que está nas mãos de políticos pouco responsáveis, guiados por forças negativas, traz para a maioria das pessoas situações calamitosas. Antes que a humanidade amadureça, embora lentamente, é preciso o desenrolar de determinados acontecimentos para que possam melhorar as condições terráqueas. Isto não significa que deveis ficar de braços cruzados ou que não possais interferir. Vosso trabalho consiste em transmutar estas situações, de dentro para fora, purificando as esferas inferiores, reduzindo o mal, gerando harmonia para expandir a luz. Para tal, não há a necessidade de mudar de país ou de cidade; vós conheceis a realidade dos fatos.

   Sabeis que todo ser humano, digamos – mais ou menos forte, ou talvez fraco – é um foco de luz individual. Unidos com as Forças Divinas, vós sois, por assim dizer, Faróis de Luz neste agitado mar humano, por meio dos quais os homens procuram orientar-se para encontrar um porto seguro. Vós, servidores do progresso espiritual, leais auxiliares e condutores da Força da Luz – hoje ainda dentro de um ambiente modesto e limitado – sois os discípulos da esperança da Nova Era! Conscientizai-vos desta realidade e esforçai-vos na expansão de vossa capacidade de irradiar mais luz!

                                           DEGRAUS DE AVANÇOS

   Enviar um discípulo da Hierarquia Espiritual a uma nova reencarnação, para dedicar-se a um determinado trabalho é abrir para ele uma grande oportunidade, dentro de certa medida; é acelerar o seu progresso espiritual, uma vez que ele recebe da Hierarquia uma energia adicional para executar sua tarefa e, com isso, os seus passos também são zelados.

   Vós vos unistes ao nosso Reino. Disto vos conscientizastes e familiarizastes com determinadas tarefas, que vos cabe executar. Cada um de vós traz consigo os dons adquiridos em outras vidas; contudo, às vezes, necessitais de um empurrão, um incentivo para agarrar a oportunidade que, geralmente, não acontece de modo espontâneo, mas por meio de alguma pressão externa. Vosso caminho vos foi traçado; as complicações, as dificuldades vos incitam e vos conduzem à meta desejada. Aquilo a que chamais acaso acontece após o escoamento dos fatos cármicos e produz importantes momentos críticos em vossa vida, trazendo mudanças radicais. Isto é necessário, porquanto o vosso trabalho exige um crescimento espiritual mais acentuado, o que às vezes somente é possível quando há mudança no ambiente.

   No Caminho do Discipulado, todos estes fatos são válidos. Quando um determinado degrau é alcançado, então se realiza a união conosco. As exigências tornam-se cada vez mais severas e os desejos pessoais declinam automaticamente. Cabe ao discípulo dissolver todos os enleados fardos cármicos que estão em seu trajeto, antes destes entrarem em ação.

   Para trazer novamente a harmonia à vossa vida, o modo ou a maneira de fazer uso dos ensinamentos e das possibilidades que vos foram dadas para a disciplina de vossas Forças Internas, resolvem mais rapidamente os vossos problemas do que resolveriam o homem comum. No momento de expirar o prazo de uma vida terráquea de qualquer pessoa, todas as experiências são atraídas e reunidas, para ela avançar mais uns passos, no final de sua existência.

   Se vós, através de um trabalho intensivo e por meio de vosso eu-personalidade, aprendeis a pôr de lado as fraquezas e dominais vossos corpos inferiores, tais experiências tornam-se supérfluas e serão dissolvidas de forma natural. Já é um fato comprovado que as Leis da Vida são somente reconhecidas após sofrimentos que surgem devido à irreverência ou inobservância de preceitos comuns. Portanto, cabe a cada pessoa informar-se sobre tais ocorrências, assim como fazeis quando pretendeis viajar através de um país estranho. Estudais os costumes dos povos, para adaptar-vos à viagem, de modo a vivenciar momentos inesquecíveis.

   O começo de uma viagem pela Vida é pouco preparado e as consequências são os insucessos ou malogros. Recapitulai vossa vida enquanto ainda é tempo; procurai saber aquilo que deveis aprender para seguir a viagem através de vossa vida terráquea.

                                          LUZ DO CRISTO INTERNO

   Uma consciência repleta de desejos puros é a melhor condição para a expansão do Santo-Ser-Crístico. Isto não quer dizer que deveis renunciar ou abrir mão da beleza e bem estar de vosso viver; estas regalias devem ficar como estão; servirão de auxilio em vosso percurso terreno, sem jamais prevalecer ante fatores primordiais. Tudo que se manifesta exteriormente está subordinado a um “papel representativo” em vossa existência, porquanto, sem exceção, tudo é necessário enquanto viveis dentro de um corpo físico.

   Queridos amigos, apesar de ainda não conseguirdes aceitar determinados acontecimentos, o importante é a vossa evolução espiritual. A vida externa, com as suas experiências e provações é a trilha que vos leva adiante; contudo ela não deve estar em primeiro plano. Deixai que eu vos dê esta certeza ou garantia: quanto mais vos esforçais em desenvolver o Cristo em vós, tanto mais o ser externo passa para o segundo plano. Para o discípulo no caminho da luz, qualquer experiência de sua vida passa a ser um fato concreto. As condições ou situações externas passam por grandes modificações em favor do progresso do discípulo, ajustando-se ao seu desenvolvimento, de acordo com aquilo que ele ainda necessita aprender. Sua trilha na face da Terra mostra, exatamente, até onde chegou seu conhecimento, colocando de lado as coisas supérfluas. E quanto mais depressa ele reconhecer esta realidade, tanto mais facilmente se abrirá a sua consciência à verdade pura.

   Esta é a responsabilidade que vos foi confiada e ninguém poderá assumi-la por vós. Nós apenas podemos dar-vos bons conselhos, portanto, cabe-vos pôr em prática os ensinamentos que chegam às vossas mãos. Se vos conscientizásseis de quantos desempenhos diários são realmente indispensáveis, irieis achar que as provas não seriam necessárias; entretanto, é preciso executar tudo que temos transmitido, para dar lugar às coisas importantes.

   O global serviço até agora alcançado para a querida Terra é a combinação de inúmeros “serviços prestados” individuais que, assim como vós, servem, de qualquer forma, ao progresso de toda a humanidade. Quanto mais serviços forem realizados, por parte dos seres humanos, tanto mais quantidade de energia poderemos colocar à sua disposição. Já existem inúmeras almas bastante evoluídas; mas elas ainda não sabem como investir suas Forças Internas em favor do bem geral da humanidade. Eis aqui uma tarefa da maior importância para o discípulo que gostaria de ser útil ao próximo, esclarecendo as almas famintas.

   A energia purificada tem duplo valor, porque até agora ela esteve acorrentada e subjugada pelas forças do mundo trevoso. A luz perdeu-se e as trevas aumentaram. O bem geral deve expandir-se, mesmo que, aparentemente, as trevas tentem aumentar. Estas não querem perder a liderança; procuram gerar o caos por toda parte, para que a luz não se sobressaia. No mundo físico, sois vós, conscientes ou inconscientes, os condutores de vossa própria Luz Interna. Tratai de expandi-la, para que não se irradie de vós algo de forma negativa, pois o processo cármico não se faz esperar.

   Este deverá ser o vosso empenho! Aumentai vosso “momentum de luz”, vosso precioso e acumulado tesouro; assim multiplicais a bênção de cada pessoa que entra em vossa aura.

   A eterna Lei, vigente para toda Vida, quer dizer: progresso, evolução e inimaginável ascensão à Altura Celestial! Este Plano é inerente a cada Vida e geralmente ele é obedecido de forma inconsciente. Porém, vós, discípulos da Luz, penetrastes, conscientemente, nesta correnteza de energia ascensora e, com isto, podeis ir céleres na direção de vossa meta luminosa.

  Atingindo um determinado ponto de vossa evolução, torna-se indispensável o auxílio de vossos Irmãos e Irmãs mais Velhos, para dar-vos boas e acertadas instruções, que deveis, em nosso nome, passar aos vossos seguidores; entretanto, o encargo e a responsabilidade são vossos. Tudo requer cuidadosa reflexão sobre aquilo que estais divulgando. Quando um colega de luz, que transita sobre este Caminho, aceita vosso auxílio, então atraístes certa medida de responsabilidade cármica, igual à responsabilidade que aceitamos em relação aos nossos discípulos!

   Refleti sobre o assunto. E quando divulgais os ensinamentos, procurai dosá-los, cuidadosamente, enquanto houver receptibilidade. Gostaria de esclarecer os pormenores, isto é: aquilo que pode prejudicar-vos e aos outros quando avançais, tempestuosamente, sem qualquer reflexão. Ao exigir dos discípulos exercícios exagerados, além daquilo que eles estão em condições de dar, arriscais estes interessados a procurarem outro caminho que lhes pareça mais fácil, sem muitas exigências. Aceitai minha advertência! Deveis compreender que nem todas as almas estão no mesmo grau de evolução.

   Uma poderosa caudal de energia do coração da Chama azul vos inunda. Reconhecei que este é o auxílio necessário para tudo que vos espera, tal como tarefas a serem realizadas. Aceitai, constantemente, este auxílio – a Poderosa Força de meu coração, ou seja, a Fonte da própria Chama Azul. Entretanto, considerai que esta energia que vós é transmitida por aquele meio, tem o propósito de incentivar vossas forças, assim como também a Chama do Amor que se encontra em vossos corações.

   O puro amor a qualquer Vida irá conduzir-vos até a perfeição, quando não mais será possível executardes algo errado. O amor incondicional para todas as pessoas que vos seguem, irá cuidar para que cada uma, em particular, se sinta protegida. Portanto, vosso trabalho consiste em irradiar, constantemente, o poder energético do Campo de Força ao qual vos sentis ligados, uni-lo com as virtudes e expandi-las. Sempre deverá existir um equilíbrio perfeito com a pura virtude divinal, para manter a responsabilidade em vosso ambiente.

   Meus amigos, já que se iniciou um novo período de vosso trabalho, deixai que eu vos diga: belas tarefas de maior alcance irão entrar em vossas vidas; um aumento de vossas atividades elevar-se-á, ininterruptamente, pois gerastes as condições para tal. Refleti: vossa espontaneidade devera anteceder, sempre, vossos desejos, para que possamos transmitir-vos tarefas maiores que as atuais.

   Aceitai a bênção de vossos Amigos da Luz para tudo que fizerdes em favor de nossos trabalhos e para aquilo que desejais transmitir, com amor e dedicação, aos vossos semelhantes. Esta bênção da Fraternidade da Luz está sempre convosco.

   Para alcançar o tão desejoso progresso em vosso caminho espiritual é necessário preencher algumas condições que são indispensáveis. Espera-se de um discípulo que deseja submeter-se a uma severa disciplina, que ele ajuste seu viver cotidiano, de modo que disponha de tempo suficiente para a sua meditação e para o seu “serviço de adoração à Luz” Se a Luz Interna deve aumentar, então, necessariamente, o eu-personalidade deverá diminuir. Não alcançareis qualquer resultado positivo, se continuardes a vivenciar vossos hábitos antigos. Para conseguirdes alcançar a meta desejada é exigido o correspondente investimento de vossa aquiescência. Refleti, meus amigos: sem atividade ou ação e sem exercícios, nada de novo acontece. Apenas ler as instruções, se estas não forem aplicadas de nada servirão. Indolência, presunção ou convencimento espiritual são grandes inimigos do crente. Aceitai esta advertência de quem muito lutou com as mesmas dificuldades que vós lutais; porém, agora tendes a grande vantagem, qual seja: todos estes conhecimentos entram, livremente, pela porta para dentro de vossa casa, pois não deve haver qualquer hermetismo; o tempo urge e todos precisam ser instruídos o mais breve possível. Isto, meus amigos, deveria incentivar-vos a que vos dedicásseis, mais e mais, à vossa evolução.

   “Eu coloco minhas mãos confiantes nas Mãos condutoras de meu Divino Eu e, pacientemente, aprendo a escutar a Sua orientação. Deste modo, meu Plano Divino irá manifestar-se e realizar-se.”

   Meus amigos estas e outras palavras semelhantes podeis repetir inúmeras vezes; elas se unirão solidamente, com vosso Orientador Divino. O mestre, em vosso interior, deve ser o único dirigente deste poder. Cada um de vossos amigos da luz vê e aceita a sua tarefa, dirigindo os seus discípulos tanto quanto possível, para que eles percebam a Voz Interna.

   Desejamos formar discípulos puros, independentes, para encontrar a qualquer momento a sua decisão acertada. Isto requer vosso discernimento para reconhecer aquilo que sobressai do corpo emocional que, na maioria das vezes, conduz à direção errada. O sentimento ainda vos traz muitas dificuldades, porque ele recebe, a todo o momento, o colorido do eu-personalidade, impossibilitando uma observação objetiva. Acautelai-vos para não vos confundirdes com a verdadeira intuição. Geralmente, o estado emocional gosta de animar o pequeno eu, fazendo-o sobressair. Analisai bem esta desigualdade; somente então ireis atuar corretamente. A Luz Divina que jaz em vosso coração abençoará vossos passos.

   Atualmente, em todo o mundo é reconhecido o grande perigo da destruição do ambiente vital sobre o planeta Terra. Para pôr termo a este caso é necessário que a massa dos filhos do homem reconheça o Caminho Real, transmutando todas as imperfeições do mundo terráqueo para garantir, novamente, a cada homem em particular, um futuro pleno de beleza, harmonia e abundância. A era da transição já chegou. A Hierarquia espiritual convoca todos os homens para realizarem seu Plano Divino, principalmente aqueles que já ouviram falar algo sobre O Caminho do Discipulado. As sementes que foram plantadas em seus corações estão germinando. Assim, a multidão daqueles, tal como vós que servis a luz, aumenta gradativamente.

   Meus amigos, torno a repetir, a vossa tarefa consiste em instruir pessoas sequiosas por luz com os ensinamentos que vos transmito; aliás já aprendestes a fazer uso prático dos mesmos. Exercitai-vos, sem cessar, e gerai um irradiante Foco de Luz em vosso interior, que se expande cada vez mais. Com vossas palavras convincentes, ireis atrair as pessoas receptivas. Cada amado discípulo, em particular, ensinará, sob sua própria responsabilidade, um grupo de buscadores das leis espirituais que, há milênios, ficaram no esquecimento.

   Mantende esta perspectiva em vossa mente. Algum dia, muitas pessoas irão procurar-vos. Fazei uma auto análise, vede se estais preparados, se sabeis fazer sobressair a necessária faculdade do Amor Imparcial e  colocar toda a vossa vida pessoal em favor do trabalho à humanidade. Isto esperamos de nossos discípulos porque todos, no passado, prestaram um compromisso para colaborar na Grande Obra da Liberdade. Se acaso esquecestes vosso juramento, aqui estamos para lembrar-vos. Refleti: novo carma pode ser atraído se fordes infiéis a este juramento.

   A característica do Primeiro Raio é, particularmente, muito necessária para o vosso trabalho na Era vindoura. Entretanto, a presença do puro Amor Divino, juntamente com o Primeiro Raio, é imprescindível. O amor a toda Vida deve preencher-vos, completamente, se quiserdes assumir o posto que nós vos queremos dar. Quanto mais aumentar a vossa capacidade de amar o próximo, tanto maior será o número de pessoas interessadas que atraireis a vós. Elas irão banhar-se com as vossas irradiações. Por este motivo, necessitais multiplicar as vossas Forças Internas; estas jazem em vós, porém, requerem incentivo. É a vossa própria espontainedade que expande a Força Divina, irradiando-se em todas as direções. Sede canais puros, para receber mais luz e, assim, dominareis, com maestria, todas as exigências. Em vossa vida cotidiana acumulai grandes valores de força e luz. Não as desperdiceis, por meio de atitudes incorretas. Reforçai-as. Elas vos serão vossos servos obedientes

                                                     [Segue Parte III] 

[The Bridge To Freedom, Inc - USA / Ponte Para a Liberdade – Brasil]
Rayom Ra
[Leia Rayom Ra (Rayom_Ra) on Scribd | Scribd em páginas on line ou em downloads completos ]