sábado, 4 de abril de 2009

O Reaparecimento do Cristo

Em todas as épocas, durante muitos ciclos mundiais, na maioria dos países, e hoje em todos, houve grandes momentos de tensão, que se caracterizaram por um sentimento de plena e esperançosa expectativa. Espera-se Alguém e Sua vinda é pressentida. No passado, foram sempre os instrutores religiosos da época, os que fomentaram e proclamaram esta expectativa, e o fizeram nos momentos de caos e dificuldades, ao se aproximar o fim de uma civilização ou cultura, e quando os recursos das antigas religiões pareciam ser inadequados para solucionar as dificuldades ou resolver os problemas dos homens. A vinda do Avatar, o advento dAquele que vem, ou em termos atuais, o reaparecimento do Cristo, constituem a nota-chave da predominante expectativa. Quando os tempos estão maduros; quando a invocação das massas é suficientemente intensa e a fé daqueles que sabem é assaz veemente, então Ele sempre veio, e os tempos atuais não constituirão, por certo, uma exceção a esta antiga regra ou Lei Universal. Durante décadas, o reaparecimento do Cristo, o Avatar, tem sido previsto pelos fiéis de ambos os hemisférios, não somente pelos cristãos, como também por aqueles que esperam por Maytreya e pelo Boddhissattva, assim como pelo Iman Mahdi.

Quando os homens sentem que se esgotaram todos os seus recursos; que chegaram ao termo de todas as suas possibilidades inatas; e que não podem resolver nem manejar os problemas nem controlar as condições que enfrentam; então costumam buscar um divino Intermediário ou Mediador que defenda sua causa perante Deus e lhes traga a Salvação. Buscam assim um Salvador. Esta doutrina de Mediadores, Messias, Cristos e Avatares, avulta em toda parte como um dourado fio que atravessa todas as crenças e Escrituras mundiais, relacionando-as com alguma fonte de emanação, considerando-se, inclusive, a alma humana como um intermediário entre o homem e Deus. Milhões de seres humanos crêem que Cristo atuará como o divino Mediador entre a humanidade e a divindade.

Todo o sistema de revelação espiritual está baseado (como sempre foi) nesta doutrina de interdependência, de vinculação planificada e conscientemente ordenada, bem assim de transmissão de energia, de um aspecto a outro da manifestação divina – Desde o Deus que se acha no “Lugar secreto do Altíssimo”, até o mais humilde ser humano que vive, luta e padece na terra. Em toda parte existe uma transmissão de energia. “Eu vim para que eles possam ter vida”, disse o Cristo, e as Escrituras de todo o mundo falam abundantemente, da intervenção de algum Ser, originário de uma fonte mais elevada que a estritamente humana. Sempre se encontra o mecanismo apropriado, através do qual a divindade pode chegar a comunicar-se com a humanidade, e a doutrina dos Avatares, ou Seres divinos que vêm, tem muito que ver com esta comunicação e com os Instrumentos de energia divina.

Avatar é Aquele que possui a singular capacidade ( além de uma tarefa autodeterminada e um destino predestinado), de produzir energia ou poder divinos. Isto constitui, logicamente, um profundo mistério que foi demonstrado, em forma peculiar, pelo Cristo, e está relacionado com a energia cósmica. Ele, pela primeira vez na história planetária, até onde temos conhecimento, transmitiu a energia divina do amor, diretamente ao nosso planeta e, em um sentido muito definido, à humanidade. Esses Avatares ou Mensageiros divinos sempre estão também vinculados às idéias emitidas por alguma Ordem subjetiva espiritual, ou Hierarquia de Vidas espirituais, que se ocupam do crescente bem-estar da humanidade. Tudo o que realmente sabemos é que, no transcurso das idades, grandes e divinos Representantes de Deus personificam o propósito divino e afetam, de tal maneira, o mundo inteiro, que Seus nomes e influência são conhecidos e sentidos milhares de anos depois que deixaram de caminhar entre os homens. Repetidas vezes têm vindo e mudado o mundo, deixando alguma religião mundial; também sabemos que a profecia e a fé prometeram sempre à humanidade Seu regresso, em momentos de necessidade. Estas informações se referem a fatos historicamente comprovados. Fora disto conhecemos muito poucos detalhes.

Entretanto, todos os Avatares ou Salvadores mundiais expressam dois incentivos básicos: a necessidade de Deus de fazer contato com a humanidade e relacionar-se com os homens, e a necessidade que tem a humanidade de entrar em contato com a divindade e ser ajudada e compreendida por ela. Sujeitos a estes incentivos todos os verdadeiros Avatares são, portanto, intermediários divinos. Podem atuar desta maneira, porque já se emanciparam inteiramente, de toda limitação e sentimento de egoísmo e separatividade, de vez que já não são – conforme os padrões humanos comuns - o centro dramático de Suas vidas, como o somos, em maioria. Quando atingem esta etapa de descentralização espiritual, podem converter-se em acontecimentos na vida de nosso planeta, todos os olhos podem dirigir suas vistas para Eles e todos os homens podem ser por Eles influenciados. Por isso, um Avatar ou um Cristo aparece por duas razões: uma, a Causa incógnita e inescrutável que O impele a fazê-lo, e a outra, a demanda ou invocação da própria humanidade. Um Avatar é, por conseguinte, um acontecimento espiritual, que ocorre para produzir grandes mudanças e restaurações, a fim de inaugurar uma nova civilização ou restabelecer “antigas demarcações” e aproximar o homem de Deus. Têm sido Eles descritos como “homens extraordinários, que aparecem de vez em quando, para mudar a face do mundo e inaugurar uma nova era, nos destinos da humanidade”. Vêm em momentos de crise; freqüentemente criam crises, a fim de pôr termo ao antigo e indesejável, preparando o caminho no sentido de que haja formas novas mais apropriadas para a evolucionante vida de Deus Imanente na Natureza. Aparecem, unicamente, quando o mal predomina; ainda que seja somente por essa razão, podemos, na atualidade, esperar um Avatar. O cenário adequado para o reaparecimento do Cristo já está preparado.

                          [ Do Livro O Reaparecimento do Cristo, por Alice A. Baylei]

Rayom Ra

[ Leia Rayom Ra (Rayom_Ra) on Scribd | Scribd em páginas on line ou em downloads completos ]

Um comentário:

  1. Elisangela Mendez5 de abril de 2009 07:43

    A vinda do Cristo é mais do que certa. Não creio que vá demorar. Tem fanáticos por ai que procuram desmoralizar os esotéricos porque falam disso sempre. É só aguardar mais um pouco.

    ResponderExcluir