quinta-feira, 26 de maio de 2016

Conjuro Maravilhoso Sobre as Armas e Providências Magísticas de Defumação



CONJURO MARAVILHOSO SOBRE AS ARMAS
                                       Oração Poderosa para não Ser ferido por Elas

  Pode ser feita para outras pessoas em presença delas citando os seus nomes, adultos ou crianças.

  "Eu conjuro a toda espécie de armas [de fogo] bem como, lanças, espadas, facas, punhais, flechas e, em geral toda classe de armas cortantes, pelo Pai, Filho e Espírito Santo, pelos setenta e dois nomes de Deus, pela Sua virtude infinita e Seu Poder Supremo; eu vos conjuro pela lança com que o soldado Longinos transpassou o peito de Jesus, do qual saiu sangue e água, e pelos outros nomes de (**) Deus + Joth + Heth + Vari + Hell, para que não façais feridas em mim (ou em fulano[a]), que sou um humilde servo de Deus, nem derrameis meu (seu) sangue.

(**) À cada cruz fazer o sinal da cruz em si, em benefício próprio, ou na pessoa, sem tocá-la, diante da qual se faz a reza para o benefício dela.

  Eu vos conjuro, armas de todo gênero, pela virtude dos santos nomes de Deus + Hell + Jah + Hye + Jae + Va + Adonay + Cados + Oborel + Agla + Agiel + Azel + Sadon + Esul + Eloy + Helo + Delis + Jeni + Jacer + Dei + Josi + Jelim + Rasael + Paliel + Mamiel + Oncha + Dilaton + Shaday + Alma + Pavix + Alim + Catival + Utanzaraf + Zulphi +  Eala + Carsaly + Jaufta + + Hictimi + Sed + Der + Aglaia + Gamiel e Pamion + Panteon + Ramboy + Emmanuel + Joth + Lucaf + Via + Calip + Lon + Israel + Miel + Ciel + Piel + Patriteron + Jafaron + Lenyno + Zael + para que não possais ferir a mim (ou a fulano[a]) que sou (é/são) servo de Deus, nem derrameis o meu sangue.

  Também vos digo que não quebreis meus ossos; a destra do Senhor me exaltou. O Senhor me castigou, porém me livrou da morte. Louvores e graças lhes sejam dados por todos os séculos! Assim seja!".
                                     Fonte: Cruz de Caravaca – Editora Pensamento

                                                                            ////////

PARA FAZER UM DEFUMADOR DE UMBANDA SIMPLES E FÁCIL A FIM DE EXPULSAR EGUNS E OUTROS SERES ESPIRITUAIS OBSESSORES.

  1. PROVIDÊNCIAS INICIAIS

 a. Ter em mãos um recipiente adequado para o carvão. Que também pode ser simplesmente uma lata de conservas comuns (como de pêssegos, abacaxis, etc., compradas em mercados e por ser mais resistente do que as de leite em pó e outras comuns). Fazem-se alguns furos no fundo da lata, e dois furos opostos junto à superfície ou boca da lata, e nesses dois furos ata-se, preferencialmente, arame ou fio resistente, para formar uma alça de mais ou menos 15 a 20 cms acima da lata.

  b. Colocam-se pedaços pequenos de carvão na lata, em seguida leva-se  ao fogo. (Para maior rapidez em aprontar o braseiro temos, por experiência, usado o ar quente ou frio de um secador de cabelos sobre o carvão, tão logo se formem no fundo do incensário pequenas brasas, levando-o a um lugar apropriado para esta ação).

2. FAZER A MISTURA DO DEFUMADOR

  Num recipiente juntar:
  A) Cascas secas de cebola,
  B) Cascas secas de alho (comum ou preferencialmente cascas de alho roxo),
 C) Pequenos pedaços de fumo de rolo, comprados em feiras ou casas de produtos de Umbanda. As cascas de cebola e alho são fáceis de obter, gratuitamente, a qualquer dia em mercados ou em dias de feira.
 
  Pode-se, também, para melhores desempenhos, adicionarem-se bem pequenos pedaços cortados de folhas secas de Peregun (fácil de achar até pelos canteiros de calçadas) e folhas secas de guiné.

3. PROVIDÊNCIAS ALTERNATIVAS: 

  Não é condição obrigatória. Porém, o Umbandista costuma acender uma vela comum, branca, antes mesmo do preparo de tudo. Para este fim, quem mais desejar, e em sendo possível no dia da defumação, sugerimos acender a vela numa igreja onde haja esta disponibilidade, pedindo aos pretos-velhos que auxiliem àquilo realizar. 

  c. Orações Aves-Marias e/ou Pai Nosso são de grande valia durante a execução da defumação.

  4. COMO DEFUMAR:

  Este defumador não é um defumador comum. É de grande difusão e alcance especialmente contra eguns e malignos que não suportam sua ação, fugindo espavoridos ou sendo imediatamente aprisionados pelas falanges de Pretos-Velhos, que os pegam antes das fugas.
  Assim, ao defumar, deve-se antes deixar as portas de saída ou de varandas abertas por onde os malignos queiram fugir. A defumação deve ser feita sempre dos aposentos do fundo para frente. A defumação é para ser feita em “X”, ou seja, de um canto a outro, diagonalmente, em todos os aposentos: salas, quartos, banheiros, etc onde for possível.

  5. APÓS A DEFUMAÇÃO:

  Deixar o braseiro sobre uma base qualquer no chão, que evite o calor queimar ou prejudicar o assoalho, se possível do lado de fora da porta da entrada social ou de serviço, ou numa varanda aberta, opostamente onde começou a defumação da residência. Quando as brasas houverem sido consumidas estando, portanto, apagadas, jogá-las na lixeira e guardar o recipiente para outra ocasião.

  6. OBSERVAÇÕES FINAIS:

  Esta defumação pode ser feita sempre que as pessoas da casa se queixarem de seguidos pesadelos, noites mal dormidas, nervosismos e esteja havendo seguidas brigas e discussões. Durante a defumação na casa, podem defumar rapidamente os familiares à frente e às costas.

  Bom trabalho irmãos de fé. Deus os abençoe.  


                                                                                               Rayom Ra
                                                                    http://arcadeouro.blogspot.com.br
  




Nenhum comentário:

Postar um comentário