domingo, 29 de junho de 2014

Quem Sou Eu, Por Que Estou Aqui, De Onde Venho e Para Onde Vou?


                                             DE MESTRE CARMI PARA MOISÉS

                                                              QUEM SOU EU? 


  O ser inteligente que chamamos “o homem” e que em multidões forma a espécie humana habitante deste planeta. És uma renovação gradual e continuada das múltiplas espécies de seres orgânicos inferiores, que designamos com o nome de animais ou bestas.

  Cada ser inteligente da espécie humana pode dizer com toda verdade: “Eu Sou Um e Três”, pois sou composto de três elementos sabiamente combinados e dispostos pelo Eterno Poder Criador.

  Primeiro, minha inteligência que pensa, minha vontade que ama, minha memória que recorda; são qualidades indeléveis do primeiro elemento de meu ser.

  És invisível, indivisível e indestrutível porque surgiste como uma Chispa de Luz e Fogo do Eterno Poder Criador – invisível, indivisível e indestrutível – qualidades que sintetizamos em uma só frase, em uma só palavra, a maior e formidável que pode a voz humana pronunciar: Eterno!

  Concordemos, pois, em que o primeiro elemento que constitui o homem é também eterno como a fonte de onde procede. Esse elemento vibra, gira ou voa no espaço azul infinito que envolve este e todos os planetas, até que é levado pela eterna lei de evolução a qualquer dos planetas ou mundos destinados a alimentar vidas orgânicas, vegetais primeiro, animais depois, até chegar, passadas largas idades, à espécie que chamamos “Humana”.

  Ao ser introduzida a Chispa viva nos mundos adequados, é revestido dos outros dois elementos de que está composto “o homem”: uma vestidura de fluidos etéreos gasosos e magnéticos primeiramente, e este é o segundo elemento de que está composto o homem.

  Finalmente, a Eterna Lei forma-lhe o terceiro elemento que há de permitir-lhe a vida manifestada ao exterior, ao qual chamamos “corpo físico”, que vem a ser o instrumento de manifestações exteriores do princípio inteligente, invisível, indivisível e indestrutível, ou seja, eterno como a Fonte, Luz, o Fogo que lhe deu vida.

                    POR QUE ESTOU AQUI, DE ONDE VENHO E PARA ONDE VOU?

  De onde tens vindo já está dito em minha explicação anterior: Chispa Viva do Eterno Vivente em todo ser vivo que habita os mundos. Tens vindo da Infinita imensidade de Deus e até Ele vamos todos, na Infinita sucessão de tempo. O corpo físico nasce de uma semente como toda vida; cresce, se manifesta em múltiplas formas, boas, belas, excelsas, ou ruins, indignas, feias e más, segundo o grau de compreensão e de progresso alcançado no correr de lentas idades. Chega à juventude, à idade madura, à velhice e morre, se desagrega e se faz pó. Tudo o que é matéria segue este processo. Este é o fim do terceiro elemento que constitui “o homem”.

  A destruição ou término da vida material traz como iniludível consequência a liberdade dos outros dois elementos constitutivos do homem: a Chispa Divina ou Alma que é Inteligência, Memória e Vontade e sua envoltura de fluídos gasosos e magnéticos ou força viva intermédia entre a alma e a matéria física.

  Devo aduzir que o Eterno Poder Criador outorga às suas criações inteligentes, uma ampliadíssima liberdade de ação, quando após largas idades chegou a formar parte da Espécie Humana. Esta liberdade é chamada Livre Arbítrio, o qual passa a ser inteligente e responsável de seus atos.

  O que realiza o bem, mais rápido chega a sua eterna e divina origem. A Chispa volta ao Fogo que a produziu e volta engrandecida, embelecida e purificada através de uma larga cadeia de existências físicas.

  O que realiza o mal, leva mais tempo para voltar à sua Eterna Força que lhe deu vida e roda, às vezes, de mundo em mundo cada vez mais baixos até que o intenso padecer o faz abraçar a senda que haverá de levá-lo à sua eterna origem.

Josefa Rosalía Luque Alvarez

Tradução Espanhol/Português: Rayom Ra

[Leia mais Rayom Ra (Rayom_Ra) on Scribd | Scribd em páginas on line ou em downloads completos ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário