domingo, 14 de setembro de 2014

Atenção à Desinformação !

  
   Na senda da espiritualidade ninguém é tão sábio que não erre, nem tão pouco esclarecido que não possa discernir. 

  Ao escolhermos este campo da informação e ensinamentos, não estaremos caminhando em verdes gramados, por florestas encantadoras, pisando cascatas cristalinas, vendo cachoeiras rumorejantes sob um azul imaculado. Isto é uma quimera aqui na Terra. Não vale ser tentada.

  A caminhada do aluno probacionário, do iniciado de qualquer grau, do religioso obreiro, do colaborador eclético, é um campo minado de armadilhas sombrias, eivado por insondáveis e negros abismos, com traiçoeiros e caudalosos rios, sob tempestades súbitas e inconstantes tremores terrenos.

  Não nos enganemos com falsas premissas. Não olvidemos de que nossos cérebros são matéria; meridianos positivo e negativo; que estamos sujeitos a ambas as abordagens, que devamos atenção permanente à própria vida, ao cotidiano, ao orai e vigiai.

  Se escolhermos viver sob a Lei do Espírito, é ultra necessário aliarmos a devoção ao autoconhecimento, a vontade ao estudo, a entrega à alegria, a vida à morte. De início, precisamos postular a nos prestar uma acurada aplicação ao saber mais amplo – mais universalista e tolerante – a fim de nos isolarmos do sectarismo, do exclusivismo, do credo aprisionante e de um pegajoso fanatismo.

  Observar e discernir, intuir antes de optar, refletir – são princípios que nunca devem ser esquecidos.

  Devemos ficar atentos aos envolvimentos dos sabe-tudo, dos artífices da palavra falada e escrita; esses professores que ainda não fizeram, nem possivelmente farão, mas que pregam o conhecimento como se dele houvessem aspirado ao néctar da verdade. Acendamos a luz laranja, fujamos deles, pois dentre eles há mentes obsessivas acompanhadas de um magnetismo nocivo que atraem incautos para situações falsas e perigosas. O mesmo cuidado tenhamos com os gurus; sejam eles de nossa pátria, ou de longínquas latitudes.

  Não creiamos nos elogios fáceis e vastos, na melosidade das comunicações canalizadas por fontes da exuberância, auto eletivas, que nos tragam soluções e promessas exclusivas, alimentadoras da vaidade. Acreditemos mais nas mensagens do entendimento simples, que convocam à disciplina, ao dever, à ação, a aplicação do evangelho. Que nos exortam ao estudo e à prática, à meditação e à vida natural – a sermos libertos de tudo, principalmente de nossas próprias obras.

  Que não nos deixemos enganar pelas páginas conflitantes. Aquelas que ontem pregavam notícias contra os aniquiladores da humanidade, usurpadores de nosso planeta, e hoje, em mensagens bem elaboradas, bem escritas, misturando verdades e mentiras, nos induzem exata e propositalmente ao oposto, à confusão, ao antídoto contra os Mestres do Saber, contra seus Enviados e Discípulos Obreiros do bem. Esses expositores não edificam, não seguem a linha coesa do espírito, simplesmente divulgam.

  São, na maioria, porta vozes inconscientes da desinformação espiritual, da dúvida e confusão. Um sinistro jogo quase perfeito: a dualidade, o nublamento da visão, o enfraquecimento da vontade. São continuadores da palavra manipulada pela inteligência destrutiva a quem não aprenderam ainda perceber. Acendamos a luz vermelha, os perdoemos, porém não leiamos essas páginas; não nos exponhamos ao envolvimento da larga teia da comunicação maligna!

  Rayom Ra 

[Leia mais Rayom Ra (Rayom_Ra) on Scribd | Scribd em páginas on line ou em downloads completos]

sábado, 13 de setembro de 2014

Erros do Buscador Espiritual - Paul Brunton

                                       [Dos cultos Religiosos e Suas Pregações]

  As principais contribuições benéficas dos supramencionados cultos, que presumem ensinar-nos aquilo que Jesus e Buda se esqueceram de mencionar, é seu encorajamento das atitudes corajosas, em vez de covardes; sua constante reiteração de que os pensamentos otimistas, positivos, construtivos e alegres são mais valiosos do que os pessimistas, negativos, destrutivos e desesperados; e sua frequente recordação de que é bom ouvir o que os silenciosos minutos de quietude mental têm a nos dizer.

  Além disso, alguns dos movimentos atuais que se propõem ostensivamente a espiritualizar o materialismo, têm meramente conseguido materializar a espiritualidade.

  Isto acontece especialmente quando eles se degeneram em sistemas de converter pensamentos em coisas, imagens mentais em realidades físicas, e quimeras aéreas em coisas sólidas – pela crença nelas!

  A transformação mágica da pobreza em prosperidade, da doença em boa saúde quase da noite para o dia, é frequentemente proclamada pelos teóricos destes sistemas, mas raramente demonstrada pelos seus seguidores. A matéria é algo complicada pelo fato de que há alguma verdade misturada com suas fábulas, alguma sabedoria com sua falta de senso, e alguma virtude com suas vãs asserções.

  A raiz da questão, no entanto, é que eles alimentam a satisfação dos desejos pessoais, ao passo que ao mesmo tempo os conduzem ao reino do céu. Assim eles parecem propor-lhes um método de fazer o melhor de ambos os mundos. Com efeito, a coisa pode ser feita, mas não à sua maneira. Há uma diferença vital de aproximação e resultado entre as duas maneiras. A diferença se cinge à atitude adotada para com o ego pessoal.

  Este mal-entendido deve ser esclarecido, a não ser que desejeis enganar-vos. As pessoas querem tanto apegar-se ao eu pessoal, mesmo quando procuram entrar no reino mais alto, o reino da verdade espiritual, o qual, todavia, só pode ser alcançado pela submissão do eu pessoal. Nunca será possível encontra-se o espírito, a não ser que se alheie à personalidade. Se encontrais a vida espiritual, e depois crede que, com isso, tendes demonstrado vantagens materiais, estais simplesmente se iludindo a vós próprios, e mais cedo ou mais tarde a vida vos desiludirá com severidade; isso não é a verdade. É preferível procurardes a verdade, quer ela seja dolorosa ou agradável. Amemos a verdade e aceitemo-la, e não tentemos incutir que a verdade será sempre agradável. Aceitemos a verdade por ser a verdade, quer nos acarrete maus problemas ou boa saúde. Se procurais a verdade só pelos benefícios que ela vos traga, então é que não a encontrareis, pois estareis procurando benefícios e não a verdade em si. A verdade se assemelha a uma dama orgulhosa e exclusivista que jamais se vos entregará, a não ser que a procureis tão só por causa dela mesma.

Às vezes ouvimos falar de resultados obtidos em meio de muitos fracassos. Sempre ouvimos falar mais de sucessos do que de fracassos, que, no entanto, excedem de muito aos primeiros. Os sucessos são reais, porém poucos, e podem ser atribuídos aos poderes da parte superior da mente, o chamado Superconsciente. São conseguidos pelos poderes da Mente Superior.

  A não ser que as pessoas compreendam que estão tratando com os poderes latentes, mas pouco conhecidos da mente humana, e não com os poderes do Eu divino, não passarão de simples cegos condutores de cegos. E o trato com tais poderes mentais demanda cautela, para não cair na magia negra e hipnotismo. Muitos de tais cultos estão praticando inconscientemente magia negra. É fácil empregar o magnetismo, influenciar outras pessoas, mas há sempre um preço, uma penalidade a pagar.

  Quando, por alguma modalidade de forte concentração ou auto absorção, tendes acesso à Supermente planetária, e partilhais temporariamente de seus poderes, nesse momento de partilha podeis fazer milagres; milagres que podem ser materiais, ou também mentais, porém jamais serão mais que mentais, nunca serão espirituais.

  Coisa similar se dá com referência às chamadas demonstrações de prosperidade. Isso é feito de maneira semelhante pela concentração da mente no dinheiro. Se puderdes concentrar-vos intensa e demoradamente, se o fizerdes com vossa auto absorção na Supermente, às vezes obtereis dinheiro. Obtê-lo-eis porque estais demonstrando certo poder mental. Mas se tentar fazer estas coisas à revelia de vossa própria sabedoria estais correndo certos riscos, e os riscos nunca são de desejar. Podeis obter pela concentração o que procurais, mas podeis juntamente com isso obter outras coisas que não procuráveis. Podeis obter a demonstração da perfeita saúde e morrer logo no dia seguinte. Não digo que isso vos acontecerá, mas afirmo que se desejais tratar com poderes que não compreendeis, procurai compreendê-los antes de tentar usá-los. E não vos enganeis a vós próprios supondo que estais usando poderes espirituais. São puramente mentais, não espirituais.

  Se podeis imaginar a Supermente como um grande oceano com miríades de braços, cada um representando uma mente humana individual, estais a caminho de compreender a origem dos fenômenos ocultos e o princípio da telepatia. Muito ouvimos falar de poderes ocultos. Há pessoas que supõem que o desenvolvimento desses poderes ou é um complemento necessário da busca ou é em si desejável. Os poderes ocultos nada têm a ver com nossa busca. Na busca do Super-eu não devemos deter-nos na rota. Todos os poderes ocultos são inerentes ao plano da mente.  São fenômenos dentro da região da Supermente planetária. Se obtiverdes acesso às regiões da Supermente, obtereis acesso aos poderes ocultos.

  Mas a Supermente não é o Super-eu. É um plano inferior. Se pretendeis permanecer dentro da região da Supermente, nunca atingireis o Super-eu. Que quereis? Quereis o reino do céu? Então deveis prosseguir. Deveis pôr de lado a Supermente e com ela os poderes ocultos. Aprendei a penetrar naquela porta estreita onde tudo é deixado atrás: posses materiais e posses mentais.

  Se vos apegais a poderes ocultos, nunca podereis atravessar a porta que leva ao reino do céu. Esses poderes não interessam à nossa busca do Super-eu. Algumas pessoas desperdiçam seu tempo e energia na perquirição destes poderes; porém são pouquíssimas que conseguem obtê-los. No entanto, se o conseguem, farão alto em sua busca espiritual. E ficarão marcando passo até desistirem de sua perquirição de fenômenos ocultos. É fácil compreender quantos cultos surgem acompanhando líderes já detidos em vários pontos ao longo do caminho de sua busca da verdade.

  Sim, é perfeitamente possível curar. O poder da Supermente é tal que pode salvar-nos das garras da morte, onde os médicos desistiram desesperados. Mais de uma vez vi este poder salutarmente exercido. Mas o segredo é que ele operou através de um canal humano que deliberada e egoisticamente não se pôs a curar, e consequentemente a cura foi certa e permanente.

  A cura mental só se justifica quando cria uma visão superior no paciente, quando lhe dá a compreensão de que ele não é o corpo, mas algo não material.

  Jesus prometeu que todas as demais coisas vos seriam acrescentadas, se buscásseis o reino do céu. Vede assim que existe um caminho superior para obter demonstrações, um caminho superior que requer que busqueis o reino do céu. E se quereis encontrar esse reino, tendes de renunciar a vosso ego pessoal, e se renunciai a vosso ego pessoal, renunciai ao desejo de coisas materiais. Tereis certas necessidades materiais, mas então as confiareis a vosso Pai no céu e Ele cuidará delas. Mas se concebeis que sois mais sábio que vosso Pai e tentai ditar ao Pai por meio da concentração mental, então ele vos deixa a sós, para que descubrais as coisas por meio de vossas próprias experiências.

  Tendes o caminho de Jesus e tendes o caminho desses cultos; são dois caminhos diferentes. E ainda que os cultos usem o nome de Jesus e pretendam que O estão seguindo, não são a mesma coisa. Os caminhos são diferentes. Certas demonstrações materiais são possíveis através de ambos os caminhos, mas outras não o são por nenhum. A última palavra pertence a Deus e não a nós. Mas o primeiro é o caminho da submissão da vontade do eu pessoal, e, portanto, sempre traz a paz e fortaleza internas para enfrentarmos as dificuldades, quer isso importe ou não em atrair boa fortuna ou saúde. O segundo é o caminho do uso do eu pessoal para satisfazer desejos pessoais; e sempre traz inquietude e incertezas mentais com as quais enfrentamos as dificuldades. O primeiro caminho é divino e certo; o segundo é egoísta e errado.

  Quanto ao fato de que estes postulados se baseiam no princípio de que o pensamento concentrado tende a tornar-se criador no plano objetivo, é exato. Não obstante, tal ensinamento não é certo para o pensamento de noventa e cinco por cento das pessoas que o estudam, simplesmente porque os seus pensamentos não são suficientemente poderosos para tornarem-se rapidamente criadores. Esta doutrina é certa somente para o adepto, cujos pensamentos estão cheios do poder criador da mente cósmica. Dai, só os seguidores desses cultos que hajam praticado a yoga até um grau bastante adiantado e atraído este poder universal, podem começar a materializar seus pensamento.

  Se um adepto possui poderes mágicos é porque ele tem se concentrado neles e os procurado, não apenas nesta existência, mas também em anteriores. Esta foi sua linha de desenvolvimento, e assim, quando finalmente atingiu a meta, estes poderes lhe foram acessíveis, porque os tinha procurado, e a integração da Verdade lhe veio como um prêmio. Se ele tivesse procurado somente a Verdade, então não teria tido estes poderes, porém não seria menos adepto, porque sua consciência seria real e eterna. Para ele o mundo físico, por onipresente que parecesse, não constituiria a realidade, mas antes, teria o valor de um sonho.

  O adepto dotado de poderes ocultos os encara como poderes do sonho. Para ele, estes poderes não têm grande importância, porque para exercê-los ele tem de descer de sua mais elevada consciência. É para ele uma forma de autosacrifício o emprego da cura ou poderes ocultos, porque não pertencem ao plano do espírito eterno; pertencem ao plano da mente, que é inferior.

  Vaidade é a primeira das armadilhas à espera da pessoa com poderes ocultos semidesenvolvidos. O sobrenatural é meramente o natural mal compreendido. Cada mente finita é apenas um remoinho, um vórtice, na Supermente infinita. Em realidade não tem nenhuma existência separada e distinta, em substância, mas assemelha-se à cava de uma onda no oceano, do qual difere apenas na forma. Em tempo algum esteve separada da Supermente.

  Portanto, não cometais o erro comum de esperar maravilhas ocultas de um adepto, ou ficareis decepcionados. Ele utilizará estes poderes ocultos sempre que achar conveniente, porém não de outra maneira. Há uma coisa que devemos lembrar-nos: o homem que encontrou o espírito divino também encontrou a fonte de todos os poderes, inclusos os ocultos. Os próprios poderes mágicos são expressões menores dos poderes superiores do Super-eu, porque, finalmente, existe apenas um poder e uma força em todo o Universo, como existe apenas uma mente. À medida que esta força desce e se condensa, ela se divide em forças inferiores, e estas ainda em expressões mais tênues e nas várias forças e energias que conhecemos.

  Um adepto pode, por exemplo, não ter desenvolvido o poder de curar. Ele pode ter trabalhado pelo poder do Super-eu, que é o maior do mundo. Com esse poder ele pode obrar os maiores milagres, muito maiores do que os executados por um ocultista. O maior milagre que um adepto pode efetuar é ajudar os outros a uma mudança de consciência, pois isso os auxilia a despertar-se da ilusão para a verdade. Não obstante, é tal o poder do Super-eu, que está na base de todas as coisas, que ele pode a todos os momentos operar, e opera, os mais surpreendentes milagres, através do instrumento do Super-eu, por certo. Aqueles que têm aparecido neste mundo e operado maravilhas e milagres, geralmente não foram adeptos no melhor sentido. Não encontraram a vida eterna. Se desejam tornar-se verdadeiros adeptos, se desejam tornar-se tal qual foi Jesus, então só lhes resta um passo a dar, o qual consiste em renunciarem a seus poderes e colocarem-se no caminho mais elevado.

  Tais poderes se tornam uma pedra de tropeço quando começam a procurar algo superior. Seus poderes são ainda mentais, e para procurar o plano do espírito, os buscadores devem transcender o plano da mente. Ganho o espírito, tais homens, se transcenderem a mente e renunciarem aos poderes, terão mais tarde estes poderes restituídos. O Super-eu então os utiliza para realizar feitos milagrosos, de sorte que não haja mais nenhum motivo egoísta. Os poderes serão utilizados apenas como uma expressão da vontade do Super-eu, não do eu pessoal, que causa todas as diferenças no mundo.

  Há um grande mistério relacionado com a consciência espiritual, um mistério que os ocidentais acham muito difícil de compreender, e esse jaz na submissão do ego, ou, como referiu Jesus, na “perda de sua própria vida”. Quando submeteis vosso ego e atingis a verdade, não mais atuais, mas atuam em vós; não mais falais, mas falam por vós. Isto significa que o Super-eu encontrou neste mundo material um foco e um canal que antes não teve. Este é o milagre. Está na base de todas as coisas; interpenetra todo o espaço.

  O observador de fora via milagres efetuados por Jesus, e ainda assim cuidava que Jesus deliberadamente queria que acontecesse determinada coisa. Jesus nada queria, mas deixava-Se ser intermediário do querer. O Super-eu, que é o único espírito presente tanto nos outros quanto em Jesus, sabendo perfeitamente o que deve ser feito, o que deve ser servido, quis naqueles momentos que estes milagres fossem feitos, e os fez.

  Segui o caminho que Jesus nos ensinou, que é o da submissão do ego. Vosso Pai sabe o de que necessitais. Ele vos pôs neste mundo. Se o sabeis, seguramente Ele também o sabe. Segui esta busca sem receio, pois nada tendes a temer. Confiaste toda a vossa vida a Deus. Fizeste isto, não por ato de fé apenas, mas também por comunhão consciente. O fardo que a maioria dos mortais carrega sobre suas mentes e dentro de seus corações, foi alijado de vós. Daqui em diante viveis como um homem ou mulher inspirado, atento aos ditames do Cristo Interno.

  Quando houverdes encontrado o reino, somente então podereis ter saúde, fortuna, amor, poderes ocultos, se for vosso destino tê-los. Podereis apanhá-los sem o menor esforço. Só então vos é justo possuí-los. Estarão perfeitamente seguros em vossa posse, porque os conservareis em seu lugar. Eles desempenharão um papel secundário e subalterno em vossa vida, quando tiverdes terminado a busca. Mas até então não os procureis por meios supranormais. É mais sábio não fazê-lo.

  Confiai no Super-eu. Submetei-vos a ele e achareis alívio. Tereis perdido vosso eu enfardado, e o que quer que venha, mesmo a morte, vós o aceitarei. Pois conhecer vosso Super-eu é a razão interna de vossa existência. Pelo sofrimento até coisas belas vos serão mostradas. Algo do espírito eterno virá até vós.

Fonte: A Realidade Interna, por Paul Brunton.
Editora Pensamento.

[Leia mais Rayom Ra (Rayom_Ra) on Scribd | Scribd em páginas on line ou em downloads completos]

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (VII)


                                                                 A LUXÚRIA

  Em toda a história da humanidade, encontrareis essa antivirtude que vemos como um dos principais fatores de degeneração e sofrimento, agindo na massa da humanidade. Atuando de forma negativa no corpo mental desta, atrai sugestões estruturadas em falsos conceitos de vida.

  A história da humanidade está repleta de exemplos onde civilizações com grandes poderes, impérios faustuosos, declinaram e subitamente desapareceram da face da Terra. Se fizerdes um profundo estudo destas civilizações e impérios, ireis encontrar nesses arquivos, que os historiadores deixaram para as futuras gerações, registros de que em determinadas fases de suas vidas, esses povos adquiriram hábitos e comportamentos não condizentes a legítimos filhos de Deus encarnados.

  Violaram os princípios éticos da moral, que são os mesmos em todos os tempos; profanaram o tabernáculo sagrado que é o corpo físico, e dessa maneira agrediram a Divindade que vive dentro de toda a criatura humana. Macularam a Poderosa Presença Eu Sou em seus corações, que, abafada pelo orgulho e a desobediência do homem, não pôde atuar e trazê-lo à razão.

  Como uma das mais devastadoras pragas que ainda hoje assolam a raça humana, causadora de tantos sofrimentos ao homem, Nós consideramos como principal responsável a luxúria.
  Essa antivirtude age de forma sinistra, corrompendo as mentes das pessoas, levando-as a atos degradantes, além de, muitas vezes, fazer romper a estrutura familiar. E como já colocamos em outros trabalhos, a célula mater da sociedade é a família. E, em uma sociedade onde a base familiar está se rompendo, ou já está rompida, a estrutura social não consegue se manter de pé; isso porque o seu alicerce já ruiu.

  Vós, discípulos servidores e homens na Terra, que já adquiristes a compreensão vinda pelo estudo das Palavras Sagradas, tendes a responsabilidade assumida diante de vossas Divinas Presenças de atuardes em favor de vossa sofrida irmã humanidade, que ainda erra e cria carma, pelo único pecado que é a ignorância às Leis Divinas.

  Essas Leis são irreversíveis, através dos tempos, por mais adiantados que os homens se tornem pelos recursos tecnológicos adquiridos. Por maiores que sejam as novas concepções e padrões éticos das consciências modernas, em relação às novas normas de comportamento, ainda assim essas Leis Divinas continuarão a ser as mesmas. E vós homens que acumulastes conhecimentos, não sois mais os inocentes nessa história. Adquiristes responsabilidades quando por espírito inquiridor, curiosidade, ou por um processo de fé exacerbada, mergulhastes nos Livros Sagrados, estudando e procurando obter conhecimentos que vos possibilitassem compreender o intricado mistério da Vida.

  Entre o Sagrado e o profano está o homem de fé, aquele que conhece, crê e aceita como realidade a Lei de Causa e Efeito. Aquele que sabe usar a Lei dos Apelos será uma fonte valiosa de resistência para ajudar a Loja Branca a atuar no corpo mental da humanidade, chamando-a ininterruptamente à razão, procurando tirá-la de seus insanos desvarios que a arrastam cada vez mais para baixo.

  Enganam-se aqueles que esperam de Nós sermões moralistas; esses virão através da consciência de cada um, que é implacável juiz que vive e acompanha o homem – e desse ninguém consegue fugir.

  Cabe aqui fazer uma advertência a todos vós, filhos da Luz, que procurais prestar auxílio à humanidade através dos ensinamentos doados pela Hierarquia Divina. Há necessidade de que todos vós, homens na Terra, useis as vossas energias concentradas em um trabalho meritório em favor de vosso planeta e de vossos irmãos humanos.

  Chamamos as vossas atenções para o seguinte fato: o homem comum age, muitas vezes, de forma não condizente com a sua condição de filho de Deus, insuflado subjetivamente por uma mente maligna, trabalhadora das trevas, e que tem um corpo mental fortalecido pelas deformações e degenerações mentais que impregnam os registros etéricos da Terra de forma negativa. São nesses registros negativos que essa consciência trevosa vai buscar subsídios para arquitetar planos hediondos, que irão macular, enfraquecer e atuar de forma subversiva dentro de uma sociedade, através daquelas individualidades onde elas conseguirem insuflar as suas ideias malignas.

  Age, esse corpo mental negativo, procurando aliciar para seu exército os incautos e descrentes humanos, fazendo-os aspirar a falsos ideais e poderes, além de usarem aqueles humanos que já trazem o corpo mental deformado por delitos passados, que deixaram marcas profundas em seus corpos causais, acrescido da carga hereditária que muitos recebem através de seus progenitores.

  Para dissiparmos do planeta essa terrível contaminação, que age negativamente nos homens, principalmente naqueles mais fracos em vontade, moral e com má tendência cármica, necessitamos usar como potente antídoto, o poder da força dos apelos; em particular da Chama Violeta, que agirá como um poderoso catalisador na transformação dessas energias aglutinadas em registros etéricos e usadas por esses corpos negativos.

  Enquanto os homens não estiverem atuando sob o comando do Cristo Interno, não vos iludais, todos estarão passíveis de se tornarem instrumentos desses ataques trevosos, principalmente aqueles que não conseguem manter a guarda fechada por uma vigilância cerrada.

  Na luxúria estão registradas todas as deformações mentais, e a sua prática acarreta enorme perda de energia vital, causada pelo mau uso deste potente dínamo que é a energia sexual.

  Se souberdes usar esta energia de forma correta, conseguireis vos tornar homens realizados, felizes, equilibrados e saudáveis. E ainda podereis vos tornar gigantes espirituais.

  Porém, atentai para o seguinte fato de relevante importância: “Estamos aqui colocando um trabalho de conscientização para aqueles humanos que usam a energia sexual de forma abusiva, libidinosa e desvirtuada da sua real finalidade”. Não vemos como passível de referência de atenção o sexo praticado no recesso do lar, onde o amor e o respeito mútuo deverão gerar novos frutos para o engrandecimento da raça humana. Abrimos aqui um parêntesis para colocarmos a seguinte explicação: os frutos de uma verdadeira união não só caracterizam-se pela atração de almas a corpos físicos, como também por um serviço agradecido em prol da humanidade. A Nosso ver, só dessa forma a energia vital é realmente utilizada de modo criativo, como determina a Lei Divina.

  Seguem para vós que ainda sentis o apelo pungente da carne, algumas sugestões de exercícios, normas de comportamento e apelos para utilizardes, se quiserdes realmente vencer esta fraqueza, sempre procurando o contato com vosso Mestre Interno, a Poderosa Presença Eu Sou, que vos irá auxiliar nesse empreendimento valioso.

                                                            EXERCÍCIOS

  I. Para a Vossa Rotina de Vida no Intuito de Vencerdes a Luxúria

  1.  É necessário que, verdadeiramente, vos sintais entristecido (a) com o vosso comportamento e queirais realmente no vosso interior fazer o esforço para mudardes os vossos hábitos.

  2. Deve o doente, escravo desse vício, procurar ter a companhia de pessoas tranquilas que tenham uma base moral e de conduta que lhe sirvam de exemplo e estímulo na reformulação de seu comportamento, Nunca a máxima: “Diga-me com quem andas e eu te direi quem és”, foi tão verdadeira, como o é para esses casos.

  3. Devem ser evitadas todas as situações, através de conversas, leituras ou distrações, que o levem a ter pensamentos discordantes ao seu ideal de mudanças de comportamentos.

  4. É imprescindível, para a cura, a prática constante da concentração e meditação, que proporcionará ao doente maior controle mental sobre seus instintos. Por meio de exercícios de respiração vigiada e controlada, conseguirá a Emanação de Vida educar sua mente e abrandar essa energia vital dentro de si. Dessa maneira, tornar-se-á uma pessoa mais tranquila e repousada. Assim, poderá usar esse potente dínamo em trabalhos criativos que lhe proporcionarão a legítima alegria de criar.

  5. Caminhadas ao ar livre são de grande importância para ajudar na circulação da corrente sanguínea e na sua melhor oxigenação.

  6. É importante que a alimentação não seja condimentada e tenha pouca proteína animal; isto também ajuda na cura.

  7. Ao sentir-se excitado, deve o doente procurar desviar a sua atenção, ocupando a mente com algum trabalho que requeira a sua total concentração e empenho.

  8. Banhos frios são de grande valor no tratamento, bem como o uso de toalhas embebidas em água fria, fazendo-se vigorosas massagens circulares na região do baixo ventre, como também na região dos órgãos genitais e no centro coccígeo.

                                                               Roteiro Diário     

  Se estiverdes realmente propensos a vos livrardes dessa escravidão, que é o vício da luxúria, fazei do seguinte roteiro uma prática espiritual diária.

  A. – Em primeiro lugar, usai o seguinte Apelo para a queima de vosso registro etérico negativo, já que essas experiências desastrosas e nocivas, enquanto não são tratadas com empenho, acompanham o homem em todas as suas encarnações, aflorando sempre que as oportunidades se façam propícias.


  “Ó, Vós, Poderosa Chama Violeta, apelo a Vós através do Cristo em meu coração:
  Vinde, vinde, vinde e aniquilai todos os meus registros etéricos negativos, acumulados em meu corpo causal.
  Transmutai tudo em Luz e Perfeição, Bem Amada Chama Violeta.
  Eu Vos agradeço o auxílio doado através deste apelo.
  Assim Seja!

  B. – Apelai à Poderosa Presença Eu Sou em vosso coração:

 Ó, Vós, Poderosa Presença Eu Sou em meu coração, apelo a Vós:
  Revelai-Vos, revelai-Vos, revelai-Vos, por misericórdia. Assumi o comando de minha personalidade, fortalecei a minha vontade e auxiliai-me a encontrar o caminho da libertação.
  Eu Vos adoro, Poderosa Presença Eu Sou e agradecido entrego-me à Vossa orientação. Assim Seja!

  C. – Apelai à Chama Azul da Força e Vontade:

 Ó, Vós, Bem-Amado Elohim Hércules, apelo a Vós:
  Abençoai-me com o Vosso Momentum de Força e Vontade, para a perfeita libertação deste vício que me enfraquece e me torna infeliz.
  Bem-Amado Elohim Hércules, eu Vos amo e reconhecido agradeço a Vossa valiosa ajuda.
  Assim Seja!

  Senti-vos banhado pela Chama Azul da Vontade e fortalecidos todos os vossos corpos mental e físico.

  Afirmai:

  Eu Sou a Vontade curadora da Chama Azul, que o Grande Sol Central dispensa para o fortalecimento da vontade libertadora em todos os humanos, agora irradiada e eternamente sustentada (3 X esta afirmação).

  D. – Visualização:
          Visualizai-vos dentro de um pilar de Chama Violeta; procurai visualizar esta Chama percorrendo todo o vosso corpo internamente. Senti-a retirando todas as escórias alojadas ao longo de vossa coluna vertebral, e procurai sentir o agradável frescor que irá vos percorrer internamente, trazendo-vos indescritível sensação de repouso interior.

  Apelai:

  Chama Violeta purificadora e libertadora, vinde e libertai-me, vinde e libertai-me, vinde e libertai-me da escravidão à luxúria; este vício que me torna enfraquecido e infeliz.
  Eu vos agradeço benfazeja Chama Violeta, o atendimento deste apelo.    Assim Seja!

  E. – Visualização:
  A seguir ou sempre que vos sentirdes esmorecer em vossos propósitos de libertação, visualizai o corpo eletrônico do Bem-amado Maha Chohan, a Pomba da Paz, com o coração exposto e irradiando deste Centro a Luz Dourada da Sabedoria Iluminada e afirmai sentindo que esses Raios penetram em vosso cérebro físico:

  Apelai:

  Em nome do Eu Sou, eu sou livre de todo o mau hábito acumulado no meu corpo causal. Sou perfeito, sou livre. Tenho a Fonte da Sabedoria em meu coração, irradiando a Perfeição em todas as direções. Assim Seja!

  Como já vos dissemos noutros trabalhos de autolibertação, não deveis ficar ansiosos pelos resultados, e nem estipulardes prazos para alcançardes a cura ambicionada. Ela virá, podemos vos afiançar, no momento em que começar no vosso interior a transformação em Luz das escórias residuais do passado. Transformação esta registrada em vossa percepção pela mudança de vossos hábitos e pensamentos arraigados em um novo comportamento bem diferente do vosso atual.

  II. Para Prestardes Auxílio a Um Companheiro Vosso Escravo da Luxúria

  Ao sentirdes, servidores, que um vosso companheiro é escravo dessa deformação mental, vede-o como um doente necessitado de auxílio, compreensão e misericórdia. Sempre procurai trazer á vossa lembrança que no homem jaz adormecida a Perfeição. É mister vosso prestar serviço agradecido, silencioso e humilde, no intuito de fazer atiçar essa Chama em seu coração.

  Investi-vos com a autoridade da Poderosa Presença Eu Sou e usai a Lei dos Apelos, afirmações e visualizações para prestardes auxílio.

  Apelai,

  À Divina Presença desse irmão, através do Cristo nessa emanação de vida:

  Ó, Vós, Divina Presença em ... (fulano); apelo a Vós através do Cristo nesse coração:
  Irradiai, irradiai, irradiai a Vossa Luz para a cura desse irmão de quem Sois a Guardiã.
  Esclarecei-o, despertai-o e guiai-o, através da Voz Interna, no fortalecimento da vontade disciplinadora para a libertação desse vício.
  Eu Vos amo, e agradeço Divina Presença em ... (fulano) o auxílio e bênçãos dispensados a este irmão. Assim Seja!

  Visualizai:

  A pessoa a quem prestai auxílio à vossa frente, dentro de um pilar de Chama Violeta; usai da vossa imaginação e visualizai esta Chama percorrer internamente todo o corpo deste vosso irmão. Fazei-a subir ao longo da coluna vertebral, onde também ficam encrustados inúmeros resíduos de mau carma. Levai-a ao cérebro do vosso companheiro e vede essa Chama passeando por essa complexa área, transmutando falsos conceitos e comportamentos em compreensão iluminada, e daí fazei-a subir pelo cordão de prata até o corpo causal dessa emanação de vida. Nessa região, essa Chama purificadora irá atuar purificando, neutralizando e aniquilando todo o registro etérico negativo desse filho de Deus na terra. A seguir usai os seguintes Apelos:

  1. Apelai à Chama Violeta:

  Ó, Vós, Misericordiosa e Libertadora Chama Violeta, chamejai, chamejai, chamejai Vosso benéficos Raios em ... (fulano), curai-o por Vosso amor.
  Eu Vos adoro e sou grato pelo auxílio que prestais a esse irmão, Misericordiosa Chama Violeta. Assim Seja!

  2. Apelai à Chama Trina.
   
  Para que a virtude do Equilíbrio Perfeito possa vir ancorar-se na vida desse vosso irmão:

  Ó, Vós, Bem-Amado Senhor Gautama, Buda Divino, apelo a Vós através da Luz em meu coração: Irradiai, irradiai, irradiai do Vosso Momentum de Equilíbrio Perfeito para esse Vosso filho.
  Abençoai-o com a dispensação da Chama Trina, trazendo-o de volta a uma vida equilibrada pela libertação dos vícios e maus hábitos. Eu Vos amo e agradeço o auxílio prestado a ... (fulano), Bem-Amado Senhor Gautama. Assim Seja!

                                                            ------------------------

  Sabemos, Servidores da Luz, que numa época como a que viveis agora, esse trabalho poderá causar hilaridade para alguns homens incrédulos e que estão vendo que novos conceitos e padrões de comportamento vêm insuflando nas mentes dos homens, principalmente nas dos mais jovens, uma nova ideia de liberdade, e procurando destituir os reais valores morais e éticos que regem a vida dos homens na Terra. Para esses, nós da Loja Branca, recomendamos que deveis com urgência uma reavaliação em vossos modernos conceitos de vida, e responderdes à seguinte inquirição que vos formulamos:

  - Homens da Terra, com todos os vossos avanços tecnológicos, com todos os vossos novos conceitos de vida, perguntamos-vos: nessa liberdade que a sociedade moderna vos oferece, sentis em vosso interior a real felicidade?

  Procurai sentir em vossos corações a resposta a essa Nossa inquirição. Ele vos responderá, e se estiverdes realmente atentos e receptivos ao vosso Cristo Interno, ireis compreender e traduzir de forma perfeita o que esse Centro Sagrado vos inspirou. Podeis sentir em vossos corações uma profunda tristeza, sensação de vazio, uma profunda paz ou uma transbordante alegria. Por essas sensações apercebidas em vossos corações, sabereis certamente se estais intimamente satisfeitos e felizes com as vossas vidas.

  Almejamos que todos vós, homens na Terra e discípulos servidores da Luz, possais compreender e tirar preciosas lições do íntimo colóquio com a Poderosa Presença Eu Sou em vossos corações.

  Vosso Instrutor,
                                               Djwal Kuhl

Siga os Links:  - Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (I)
                            - Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (II) 
                            - Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (III) 
                            - Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz -  (IV
                            - Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (V) 
                            - Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (VI)

Fonte: Exercícios Para Autolibertação - FEEU

Rayom Ra
[Leia mais Rayom Ra (Rayom_Ra) on Scribd | Scribd em páginas on line ou em downloads completos ]