segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XIV)


                                                                 O ORGULHO

  O trabalho de autolibertação que todo o ser humano precisa e deve fazer, dentro da linha que vos apresentamos, leva o homem a um profundo e consciente encontro consigo mesmo, uma perseverança de mudanças de hábitos e logicamente um engrandecimento de caráter.

  Vamos hoje vos falar e dar-vos-emos algumas práticas para extermínio do orgulho. Se por acaso sois vítimas desta moléstia, fazei o esforço por uma mudança de atitude e vereis que ireis vos sentir mais aliviados.

  Vemos todas estas más formações de caráter e hábitos arraigados, como doenças psicológicas contra as quais o homem precisa auto-superar-se. De que forma? Podeis nos perguntar. E nós vos respondemos:

  - Fazendo esforço consciente e humilde de vos livrardes destas deformações. Mas atentai bem: deveis fazer todo esse trabalho sem vos sentirdes deprimidos, ou com sentimentos de culpa. Deveis encará-lo como uma rotina diária, como a que usais para conservardes o vosso lar em perfeita ordem.

  O orgulho é o pior dos pecados do homem. Ele gera a separatividade entre as pessoas, além de cercear o caminho do (próprio) doente. Cria-se uma intransponível muralha para o apercebimento de quão maravilhosas são as outras criaturas e nega-se o aprendizado através da experiência dos demais irmãos de caminhada, já que todos têm algo a dar de sua bagagem existencial.

  Estamos colocando aqui o orgulho preconceituoso, degenerado nos homens que ainda teimam em usar seus mais favorecidos talentos, criando mitos inexistentes de uma superioridade que no futuro os deixará solitários, infelizes e enfraquecidos.

  Se sofreis do mal do orgulho e tendes sentimentos de superioridade sobre vossos irmãos, lutai tenazmente por libertar-vos deste empecilho em vossa caminhada.

  Não queremos que haja uma mudança milagrosa em vossa maneira de ser; isso só pode acontecer se derdes o comando ao Eu Sou e se conseguirdes em pouco espaço de tempo, despertá-Lo, o que concordamos é um difícil empreendimento, mas não impossível. Nem tampouco queremos que vos torneis um subserviente ser, isso iria desagradar o vosso Eu Interno, além de causar-vos uma auto-violação, tornando-vos infelizes e dissimulados.

  Fazei vosso trabalho consciente, sem pressas, procurando situações onde possais atuar sem vos agredirdes e sem estimular o vaidoso ego.

                                                                EXERCÍCIOS

    A.                               Para Expurgar o Orgulho de Vosso Coração

  Apelai ao Poderoso Eu Sou, dizendo:

  Ó, Vós, Poderoso Eu Sou dentro de meu coração, Vós que sois a Presença do Pai em mim e em todos os meus irmãos: Perdoai-me esse terrível engano em que me emaranhei durante toda a minha vida. Sentindo-me superior e orgulhoso, afastei-me de Vossa Graça e dos irmãos de caminhada. Livrai-me, Pai, dessa perniciosa doença. Conduzi-me, inspirai-me e expurgai de meu coração o orgulho. Dou o comando a Vós, Poderoso Eu Sou. De hoje em diante, procurarei sentir e ouvir-Vos. Agradeço-Vos por este auxílio que recebo de Vós. Assim Seja!

  Procurai servir vossos irmãos de forma silenciosa e anônima. Sempre servindo sem esperar pelo reconhecimento humano, nem pelos resultados. Servir pelo amor de realizar o trabalho unicamente, sem recompensas.

  Procurai aproximar-vos das pessoas menos favorecidas pela sorte. Vede que existe em algumas dessas pessoas uma profunda sabedoria, que a dificuldade da vida imprimiu em seus seres. Vede a conformação, humildade, esperança, e, principalmente, a fé em Deus que as impulsionam a seguir em frente com ânimo redobrado, não importando quão grave e desesperadora seja a situação vivenciada no momento.

  Principalmente, aspirantes irmãos, lutai sempre para vos livrardes desse mal, vigiai, orai e procurai nos exemplos sagrados inspiração para as vossas vidas. Dar-vos-emos mais um exercício para usardes, seguindo um ritmo e obedecendo algumas normas, em favor das emanações de vida onde o orgulho é companheiro e causador dos grandes atrasos na caminhada evolutiva desses vossos irmãos.

  B.                           Em Auxílio aos Irmãos Prisioneiros do Orgulho

  I. Pedi o auxílio do Poderoso Eu Sou em vosso coração, para ajudar esse vosso irmão.

  II. Visualizai a Divina Presença envolvendo a pessoa a quem vós quereis ajudar, no Manto de Luz Branca. Pedi a esta Presença a permissão para prestar auxílio:

  Ó, Vós, Presença Divina em (............) reverentemente eu vos imploro permissão para prestar auxílio a esse irmão de quem sois guardiã. Nada farei através de minha medíocre personalidade humana e sim deixarei que o comando e ajuda venham do Poderoso Eu Sou ancorado em meu coração. Eu Vos agradeço, amada Presença Divina em (............). Assim Seja!

   III. Visualizai a pessoa à vossa frente. Projetai do vosso coração a Chama Crística, dizendo:

  Em nome do Poderoso Eu Sou em meu coração e no vosso também, sejam retiradas do vosso ser todas as impregnações de falsos conceitos. Retirai neste momento, pela Misericórdia Divina, as vendas de vossos olhos, causadoras da ignorância do pecado do orgulho. Sede livre para descobrirdes a verdade e encontrardes o caminho da felicidade, através do Deus imanente dentro de vós.

  Libertai-vos! Libertai-vos! Libertai-vos! (............) em nome do Deus Pai-Mãe que vive em vosso coração. Ó, Poderoso Eu Sou, eu Vos adoro e agradeço a libertação desse nosso irmão. Assim Seja!

  Vosso Instrutor,

                                                    Djwal Kuhl

Fonte: Exercícios Para Autolibertação - FEEU

Siga os Links:Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (I)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (II)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (III)                      
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (IV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (V) 
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (VI)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (VII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (VIII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (IX)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (X)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XI)                       
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XIII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XIV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XVI)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XVII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XVIII
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XIX) 
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XX)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXI)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXIII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXIV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXVI)
                           Instruções Excelsas aos Servidores da Luz - (XXVII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXVIII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXIX)

Rayom Ra
[Leia mais Rayom Ra (Rayom_Ra) on Scribd | Scribd em páginas on line ou em downloads completos ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário