sábado, 11 de outubro de 2014

Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XVII)


                                                                  O FUMO
Homem bate cinzas de cigarro em um cinzeiro lotado

  Discípulos servidores:

  Trazemos para vossa apreciação e estudo um tema que nos causa tristeza abordar: o vício do fumo.

  Os vícios, a Nosso ver são decorrentes de uma vontade exacerbada, mal canalizada. O homem, em sua peregrinação na Terra, vive, em algumas encarnações, experiências nem sempre felizes. E algumas dessas experiências são desastrosas e o levam a um redemoinho de vivências infelizes e problemáticas para si, para a sua família e também para toda a sociedade.
  Não vemos nessas emanações de vida enredadas pelos vícios – e aqui estamos Nos referindo em particular ao homem fumante – uma fraqueza de caráter; vemos, sim, uma forte vontade mal direcionada. Sabemos como lutam alguns desses filhos enredados nessas malhas enganadoras, quanto sofrem quando tomam consciência dos grilhões que forjam em torno de si mesmos, e de toda a sorte de sofrimentos que se sujeitam tentando deliberadamente livrar-se dessas estranhas cadeias.

  Discípulos servidores, vemos esses homens legítimos filhos de Deus também, como um considerável exército de almas aflitas e doentes. Analisamos esses casos de dependência ao fumo, como a todos os demais vícios, passíveis de recuperação, e olhamos a todos que estão acorrentados nessas malhas sinistras, sejam elas de que espécie for, como pessoas que necessitam da mão amiga para ajudá-las erguerem-se novamente, do tratamento sério e do amor puro, que todos deveriam ter para ofertar aos seus irmãos companheiros de jornada evolutiva.
  Todos Nós da Loja Branca, já colocamos, em várias oportunidades, que não somos juízes, por isso não Nos cabe o aguilhão da censura. Essa faz parte da consciência de cada um. E dessa vós não podeis fugir. O Nosso papel aqui é de ajudar a todos aqueles que estão conscientes de suas situações, e que insatisfeitos e infelizes consigo mesmos, desejam mudar, dar um novo rumo às suas vidas.

  Mas, advertimos-vos que, antes de começardes o vosso caminho de volta para a libertação da dependência que vos oprime, deveis atentar para a Luz imanente e presente dentro de vós. Essa é a Toda Poderosa Presença Eu Sou. É o Cristo Interno, vosso companheiro em todas as circunstâncias, e apesar dessas, Ele, sempre presente, nunca vos abandonará, não levando em conta os vossos tropeços.
Garota de 3 anos fumando
  Não vos iludais: o vício do fumo é um hábito que se torna arraigado ao subconsciente daquele que cede aos primeiros impulsos. Visto pelo homem como a mais inocente das dependências, esse vício é olhado por Nós da Hierarquia Divina como perigoso. Portanto, postai-vos vigilantes quando começardes a repetir com assiduidade o hábito de acenderdes mais um cigarro; essa prática poderá vos trazer dissabores futuros.

  Uma lição que achamos de grande importância para passar-vos, e principalmente ao elemento jovem, é a escolha das companhias. Ao vos fazerdes acompanhar com frequência por pessoas inquietas, de mentes insensatas e com problemas de algum vício, aos poucos começareis a absorver aquele comportamento negativo, e quando abrirdes os olhos estareis procedendo da mesma maneira daquela emanação de vida.
 Enganam-se aqueles que analisam esse comportamento como uma falta de personalidade. Asseveramos-vos que não o é. O que acontece, na realidade, nesses casos, é uma absorção pelo subconsciente daquelas sensações que por serem meramente humanas provocam prazer e passageira satisfação pessoal.

  Todos os vícios, inclusive o fumo, deixam cicatrizes profundas em vossos corpos etérico e mental.

  Vede o exemplo do homem fumante, que passa vários anos de sua existência enredado com esse vício. Além de criar problemas sérios para a saúde do seu corpo físico, ainda sofre a grosseira interferência daquelas emanações de vida que já não fazem parte do plano físico, mas que ainda estão vagando por estas plagas, e que atraídas pelo odor que esse pobre homem exala, teimam em instalar-se em sua aura, por terem sido no passado inveterados fumantes.

  Se vós sentirdes em vosso íntimo a veracidade dessas Nossas palavras, Eu vos incito a fazerdes o supremo esforço para a vossa autolibertação do vício do fumo.

 Dar-vos-emos uma série de exercícios para praticardes assiduamente, até alicerçardes a vossa vontade de forma perfeita.

                                                              EXERCÍCIOS

  A.                               Para Vossa Libertação do Vício do Fumo

  I. Uni-vos à Poderosa Presença Eu Sou em vosso coração e suplicai por auxílio:

  Ó Vós Poderoso Eu Sou em meu coração, reverentemente suplico o Vosso auxílio: Sois o Grande Trabalhador, e só posso atuar e vencer as minhas fraquezas humanas, se Vós me prestardes o socorro nos momentos em que me sentir fraquejar.

  Por misericórdia, atuai nessas ocasiões de tibieza, como um severo juiz, trazendo-me à Luz da razão.

  Eu Vos adoro Poderoso Eu Sou, e entrego-me confiantemente para executar esse trabalho sob a Vossa custódia. Assim Seja!

  II. Afirmai com convicção:

  De hoje em diante não cederei mais ao desejo de fumar, já que estou ciente dos malefícios causados à minha saúde.

  [Repeti essa afirmação tantas vezes quantas necessárias, até que ela flua de maneira espontânea em vossa mente].

  No entanto, não vos iludais, as tentações para recairdes aparecerão. Precisais vos tornar um forte e intransigente paciente que só vê à sua frente, obstinadamente, a cura. Porém, se cederdes à tentação de mais um cigarro não fiqueis deprimido(a): recomeçais com tenacidade o vosso trabalho de autosuperação.

  Fazei um regime alimentar saudável, à base de legumes e verduras. Procurai desintoxicar-vos internamente fazendo uso de chás diuréticos e colagogos. O jejum, nesses casos, presta eficiente auxílio no trabalho de desintoxicação. A absorção de líquidos é também de grande valor. Ao vos banhardes, principalmente naqueles momentos em que estais sentindo o apelo por mais um cigarro, friccionai com força e em movimentos circulares todo o vosso corpo. Procurai, nos exercícios respiratórios, acalmar a vossa inquieta mente e purificar os vossos sobrecarregados pulmões.

  III. Apelai ao Bem-Amado e Excelso mestre Saint Germain:

  Ó Vos Bem-Amado Mestre Saint Germain, apelo a Vós através da Poderosa Presença Eu Sou em meu coração: Vinde e purificai-me! Vinde e purificai-me! Vinde e purificai-me! Por Vosso amor.

  Libertai-me do vício do fumo. Eu Vos amo, Bem-Amado Mestre Saint Germain, e sou grato pelo Vosso auxílio. Assim Seja!

  IV. Vede-vos dentro de um pilar de Chama Violeta. Mentalmente senti que absorveis essa energia pela respiração. Inalai sentindo que a energia da Chama Violeta foi absorvida e agora percorre todo o vosso corpo, purificando e transmutando todas as impurezas e maus hábitos em perfeição. Sustentai esse pensamento, fazendo com que essa energia suba até vosso cérebro. Procurai sentir a profunda paz mental que se instalará em vós.

  Ao fazerdes esse exercício, também sentireis um suave frescor vos percorrer internamente. Agora, exalai, sentindo que toda a contaminação pelo hábito do fumo sai de dentro de vós.

  Repeti esse exercício dezessete vezes, praticai-o com assiduidade duas vezes ao dia, ou quando sentirdes que a vossa mente está solicitando com mais intensidade um cigarro.

  Afirmai:

  - Eu Sou a Força da Vontade Libertadora que restaura a ordem em minha mente e vida, agora irradiada e ternamente sustentada (3X).

  - Através da Luz da Poderosa Presença Eu Sou em meu coração, desfaço, consumo e livro-me dos vícios perniciosos e prejudiciais à minha saúde. Assim Seja! (9X)

  B.                                          Para Auxiliar À Outra Pessoa

  Em primeiro lugar, discípulos servidores, procurai sentir em vossos corações se esse irmão anseia por essa libertação, ou se está tão enfraquecido pela dependência para tomar uma atitude libertadora. Esse é um problema da vontade pessoal e não deveis agir de modo acintoso, agredindo a personalidade de vosso irmão. Dessa maneira, o remédio poderia atuar de forma contrária.

  Uni-vos à Poderosa Presença Eu Sou em vosso coração e pedi o auxílio que só virá através dessa Luz.

  Apelai:

  I. Em nome do Cristo em meu coração e no coração de (............), meu apelo à Divina Presença neste irmão que o inspire, conscientizando-o para a agressão que causa ao seu corpo físico, templo da Luz Crística, o hábito do fumo.

  Inspirai-o e libertai-o! Inspirai-o e libertai-o! Inspirai-o e Libertai-o! Através de Vosso Raio de Amor.

  Eu Vos agradeço Divina Presença em (............) a libertação deste irmão. Assim Seja!

  II. Visualizai esse vosso irmão dentro de um pilar de Chama Violeta purificadora. Sustentai de cinco a dez minutos essa visualização. Depois, apelai a essa Chama:

  - Ò Vós Misericordiosa Chama Violeta, vinde e descei, vinde e descei, vinde e descei do Vosso Templo Sagrado e em nome do Poderoso Eu Sou em toda a humanidade, purificai e libertai (...........) desse vício que enevoa a sua aura e mente. Eu rendo o meu amor agradecido a Vós, Misericordiosa Chama Violeta, e sou grato ao atendimento deste apelo. Assim Seja!

III. Feita essa visualização e apelo, fazei agora apelo aos Anjos da Cura:

  -Bem-Amadas Legiões de Anjos da Cura, apelamos aos Vossos Momentuns:

  Irradiai e impregnai! Irradiai e impregnai! Irradiai e impregnai! Neste irmão a bênção e o bálsamo curador.

  Tornai seus corpos mental e físico saudáveis por vossos Raios.

  Nós vos agradecemos amorável Legião de Anjos da Cura o Vosso prestimoso auxílio. Assim Seja!

  IV. Afirmai, procurando visualizar a pessoa a quem se deseja ajudar:

  Vós sois um filho de Deus, sois são e perfeito, tendes em vós a Luz da Poderosa Presença Eu Sou; integrai-vos nessa Luz e sede liberto do vício do fumo.

  Em nome da Poderosa Presença Eu Sou em vosso coração, sois livre. Assim Seja! (3X)

  Nos vossos trabalhos em auxílio a um irmão, não deveis vos tornar ansiosos pelos resultados. Deveis, discípulos servidores, doar com amor e deixar que a Poderosa Presença Eu Sou nesse irmão atue e determine o momento da cura. Vossa ansiedade prejudica todo o vosso trabalho de auxílio.

  Vosso Instrutor,
                                                    Djwal Kuhl

Fonte: Exercícios Para Autolibertação - FEEU

Siga os Links:Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (I)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (II)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (III)                      
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (IV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (V) 
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (VI)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (VII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (VIII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (IX)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (X)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XI)                       
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XIII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XIV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XVI)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XVII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XVIII
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XIX) 
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XX)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXI)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXIII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXIV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXV)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXVI)
                           Instruções Excelsas aos Servidores da Luz - (XXVII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXVIII)
                           Instruções Excelsas aos Discípulos da Luz - (XXIX)


Rayom Ra
[Leia mais Rayom Ra (Rayom_Ra) on Scribd | Scribd em páginas on line ou em downloads completos ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário