terça-feira, 8 de julho de 2014

A Situação Planetária e a Grande Purificação



                           OS EVENTOS FINAIS E A EVACUAÇÃO DAS ALMAS

[causas esotéricas dos eventos mundiais e sinais para a compreensão e a preparação]
                 
  Mantenham a calma quando os Eventos chegarem. Cada ser humano estará situado onde seu karma e alma o haja colocado, ou seja, em seu justo lugar. Ao dizer “lugar”, não se faz referência tão somente ao local físico-espacial, senão ao local “de consciência” que cada ser humano tenha podido conquistar até este instante.

  Além do mais, quando os Eventos chegarem incidirão em todas as almas de alguma maneira particular, tanto nas que estejam encarnadas quanto nas que estão em processos intermediários do desencarne, ou em vias de encarnação, como também nas que estejam no Devachan (1).

  Todas as almas sentirão uma particular vibração tendente à Liberação; porém essa poderosa Energia de Liberdade será “amarga” e “áspera” para os que tenham resistido às mudanças evolutivas, ao passo que será “suave” e “doce” para os que em seu interior tenham dito: “Sim” ao “desejar renascer”.

  Os fatores desencadeantes dos Eventos são espirituais, não materiais, e ao fazermos referência a “Os Eventos” nesta transmissão, nos referimos aos “Eventos Finais Planetários”, que serão globais e totais, para “virar a página” definitivamente, deixando para trás uma história de dor e começando uma era de consciência.

  No momento, eventos isolados e intermitentes de purificação estão acontecendo em todos os continentes do Globo Terrestre, com especial incidência nos conglomerados urbanos. Todos estão ainda em processo de funcionamento de acordo com a Lei do Karma.

  Quanto ao Karma, as civilizações desenvolvidas nas nações têm seus próprios ritmos de aprendizado, porém ao chegarem Os Eventos Finais tudo estará equacionado em seus esquemas de desenvolvimento, e de acordo com eles, para a reorganização da Vida Planetária, serão remanejadas as almas segundo os novos padrões vibratórios, que serão os cimentos sobre os quais se construirá “o novo”.

  Todas as almas serão ajustadas às suas vibrações originais, obtidas com a Evolução, e depois deste ajuste imediato serão realocadas em moradas específicas para prosseguirem em seus correspondentes ascensos evolutivos.

  As almas que permanecerão na “Morada da Terra” serão as que vibratoriamente qualificam a “vibração-cimento” para a construção da consciência da nova civilização. Outras almas-espíritos regressarão para suas originais moradas solares e a seus próprios mundos-planetas que estejam mais além do sistema solar, e que terão terminado “suas viagens” e propósitos durante suas estadas em Urantia [Gaia, a Terra].

  O Plano de Evacuação, do qual muito se falou num tempo passado, é real, autenticamente real, porém muitos o haviam interpretado materialmente. A Evacuação é de almas, não de corpos físicos (ainda que isto não signifique que também os corpos não possam ser trasladados em naves se necessário quando chegado o momento)

  A Evacuação Planetária é um processo de liberação no qual, como se está explicando, “se encerra um capítulo para abrir-se outro”, no mar insondável da evolução.

  A Evacuação, na realidade, já começou e isto significa que existem milhões de almas que já estão sendo realocadas em outras esferas de vidas intraterrestres, ou extraterrestres, porém A Evacuação Final será um processo Total e coincidirá com os Eventos Globais. (*)

  Em alguns círculos de pensadores se crê que a Terra já tenha dado “o salto”, que já está numa dimensão mais elevada e sutil de existência... Com respeito a isso, devemos ser claros para que os estudantes deixem de fantasiar com ideias que concretamente mostram sua irrevogável e inconfundível falsidade.

  Temos dito que o mundo dos ideais e das palavras é útil e necessário numa parte da senda, porém pode também confundir e extraviar o estudante em um mundo subjetivo de miragens e ilusões. Não deve o estudante perder “o sentido comum” deixando-se enganar por sonhos.

    Existe uma vida real no mundo mental superior, uma vida luminosa e harmônica, morada em que vivem as consciências de muitos Egos (Almas); enquanto que outros Egos podem conhecer tão somente o plano astral, pois não despertaram para aquele mundo imediatamente superior, onde a paz e a harmonia já podem brilhar claramente como num céu limpo. Existe e sempre existiu esse “mundo celestial”, e os Egos que ali vivem conquistaram essas alturas de vibrações-consciência; esse é um dos mundos sutis, cheio de felicidade e nestes mundos, não existe a dor.

  Porém, na Terra física, enquanto isso, está cego aquele que não pode ver as crises, a morte e o sofrimento de milhões de seres humanos, que se encontram, não obstante, numa condição “kármica-alma” que os impede no momento de conhecer algo diferente do que estejam vivendo. Centenas de milhões destes humanos não estão em condições de conhecer as bênçãos do mundo superior, pois estão atravessando um sendeiro de conquistas e compreensões correspondentes aos mundos inferiores – o físico e o astral. Estes níveis de conquistas correspondem às primeiras iniciações esotéricas – menores – portanto, ninguém que conheça estes significados e verdades pode dizer que “a Terra já subiu à quinta dimensão”, porque sendo assim isto seria global e total, e afetaria a todas as células humanas do Corpo Planetário, e por suposto, não haveria lugar de nenhum modo para a dor, a pena, a ignorância e a morte.

  O certo é que a Terra está elevando suas vibrações, e nesse momento oferece oportunidade a que almas humanas elevem as suas próprias; porém, isto está em andamento, sendo um extenso processo de redenção em que muitas almas estão aproveitando e outras não. No entanto, não é correto aventurar-se a falar de “saltos quânticos” definitivos e atuais, quando a realidade é outra para aquele que “abre seus olhos de ver.”

  A intenção destas mensagens tem sido levar uma linha de significados e conceitos aos estudantes do mundo para que possam considerar com suas ideias, e rebalancear em seu interior os pesos entre “o verdadeiro” e o “falso.”

  Um grande problema existente nesta época de tanta informática e globalização das comunicações, é que os erros se retransmitem com a velocidade da luz por todas as partes. Quem não possui os “olhos bem abertos” e discerne na mesma base, por si mesmo, pode cair na “ilusão”, ou seja, de tomar por verdadeiro o que seja falso.

  Isto é o que está acontecendo com milhares de bem intencionados “estudantes.”

  Não creia em nada rapidamente. Dê sempre um tempo para mais profunda reflexão. Tenha sempre uma atitude de “inteligente dúvida” diante da quantidade de informação que circula por todos os lados; assim mesmo seja flexível às mudanças de compreensão, quando o resultado da reflexão assim mereça.

  Este é nosso conselho.

  Estas transmissões são tão somente uma base orientadora de conceitos para quem atravessa o Sendero, sempre dizemos.

  Abra os olhos e Discirna para poder chegar a ver com maior clareza e justeza à realidade do acontecer planetário.

(1) – Devachán: (Sânscrito). É um lugar especial no plano mental superior onde a alma repousa e se prepara, em espera de sua próxima encarnação física. Esta especial morada, onde os Egos descansam reparadoramente, no Cristianismo se chama “O Céu”, só que para o cristianismo tradicional a estância no “Céu” (para os que ali mereceram chegar), seria definitiva, porque não tomam em conta a Lei da Reencarnação das almas. 

                                                            Em Luz e Paz:
                                                      IRMÃOS EM CRISTO                   

  (*) – Nota de Rayom Ra. “Consoante às explicações deste instrutor esotérico, desejamos aduzir que o planeta físico Terra haverá ainda de permanecer “Físico”, por alguns milhões de anos. Este fato desaponta os entusiastas-simplistas da Nova Era, que por isso o ignoram quando de suas pregações em colagens de textos. Pois há e sempre houve um prévio organograma evolucionário para Sete Raças Raízes, cada uma com sete subraças onde corpos físicos sejam fundamentais ao auxílio de obtenções de diferentes níveis vibratórios emocionais, mentais e ainda mais elevados, sob experienciações terrenas de definidas etnias e povos em geral, como necessários estágios evolucionários.

  Neste momento, na Quinta Raça Raiz – a Ariana – há o acentuado enfoque evolucionário da sua quinta subraça, a Teutônica. A Raça Ariana tem por escopo principal sutilizar elementos emocionais trazidos ainda do momento Atlante, mas, principalmente, opera em maior escala sobre elementos vibratórios mais significativos do mental concreto e, pela consequência natural do quadro evolutivo, já avança em regulares porções pelos caminhos do mental abstrato e do Intuicional [vide a introdução à Física Quântica por nossos cientistas].

  O organograma mundial das raças prevê ainda na Raça Ariana o surgimento de mais duas subraças, a sexta e a sétima, para depois virem os enfoques da Sexta e Sétima Raças Raízes com suas sete respectivas subraças, em que os corpos superiores continuarão a ser trabalhados pelo gênero humano – dois a três bilhões de almas que continuarão polarizadas na matéria física – embora com seus veículos superiores vibrando em diferentes diapasões em subplanos de dimensões mais acima.

  Há ainda uma longa vida no planeta físico concreto de Gaia até que todo o esquema evolutivo tenha sido completado. E, portanto, o processo de descida e de subida de almas em evolução continuará nas encarnações da matéria, pois bilhões de Mônadas viventes como Almas estão ainda longe de ter despertado seus maiores mananciais de energias que as conduzam a automestria, diferentemente do que são os Mestres Ascensos. Aqueles, são de fato Mestres do Saber, que avançaram bem mais que o grande contingente humano desde o período lunar, quando a Lua representou o que a Terra hoje, mais evoluída, representa no esquema de nossa cadeia, mas também necessitaram de muitas vidas físicas – lá e aqui – para alcançar seus atuais estágios de Seres Completos neste atual ciclo planetário.

  Temos muita estrada pela frente e seria de bom alvitre não sonhar muito, não lançar desprezos às velhas bases racionais do conhecimento tradicional esotérico, teosófico ou ocultista, enquanto a nova energia não fixe residência definitiva no Espírito Planetário o que, ao final de tudo, virá mesmo a ser, esta nova energia, polarizada, fixada e vivenciada em sua maior parte, através das próprias mentes e corpos sutis das unidades humanas mentalmente evoluídas – verdadeiramente treinadas – que permanecerão aqui no orbe físico.

  Em suma, não é chegado ainda o tempo em que nosso Planeta Terra explodirá, desmanchará ou será deixado para trás, transformado num orbe estéril e fantasma a vagar pelo sistema solar. 

FONTE:
http://la-gran-purificacion.blogspot.com.br/2014/05/15-los-eventos-finales-y-la-evacuacion.html

19 de maio de 2014

Tradução Espanhol/Português: Rayom Ra

[Leia mais Rayom Ra (Rayom_Ra) on Scribd | Scribd em páginas on line ou em downloads completos ]

Nenhum comentário:

Postar um comentário